Últimas histórias

  • Conjunto de obras da Prefeitura melhora a malha viária de Natal

    Em um arrojado plano de trabalho, a Prefeitura de Natal está executando um conjunto de obras em toda as regiões da cidade, com o objetivo de modernizar e adequar os espaços urbanos às atuais necessidades da população. São obras e serviços que, somadas, chegam a um montante de investimentos que ultrapassam a marca dos R$ 500 milhões, grande parte delas voltada à ampliação e aperfeiçoamento da mobilidade urbana.

    Uma das intervenções mais representativas nesse campo, em execução atualmente, é a realizada na avenida Felizardo Moura. Com cerca de 80% do cronograma do projeto cumprido, a obra já está contribuindo para a melhoria da mobilidade urbana da cidade. Os serviços no local já proporcionam visíveis melhorias no tráfego de veículos, também na segurança e conforto de pedestres que utilizam as calçadas no seu entorno, todas reformadas, com ciclovias instaladas. A implantação de faixa reversível está garantindo mais fluidez no trânsito e resultando em um aumento de 30% da capacidade da via que registra a circulação de 70 mil veículos por dia.

    Como etapa complementar do projeto, a Prefeitura está dando andamento também à construção de uma trincheira na parte de baixo do viaduto da Urbana, que vai ligar o KM 6 com a Felizardo Moura, no acesso à av. industrial João Motta. Essa fase está com 97% executada. Quando pronta, essa obra eliminará possíveis engarrafamentos no local e facilitará o fluxo de quem vem da Zona Norte.

    “Há anos, a população, especialmente da Zona Norte, reclamava do estado precário e da buraqueira na avenida. Agora, estamos atendendo a essa reivindicação, concluindo a reestruturação completa da Felizardo Moura”, diz o prefeito Álvaro Dias.

    Ainda na região, a gestão municipal destravou uma obra que estava parada havia algum tempo: a da avenida Industrial João Motta, no KM-6. A obra, orçada em R$ 23 milhões, está em fase inicial de serviços e inclui asfalto, ciclovia, iluminação, calçadas, paradas de ônibus e novos canteiros.

    Igualmente no grupo de ações voltadas à mobilidade urbana da cidade, o projeto do Pontilhão de Cidade Nova está em um bom ritmo de serviços. Com investimentos superando a faixa dos R$ 15 milhões, a expectativa é de que, em 10 meses de trabalho, o equipamento já possa ser entregue à população.

    O projeto prevê a interligação da avenida Solange Nunes com a rua Engenheiro João Hélio, fazendo o papel de um viaduto sobre a linha férrea, conectando e encurtando a rota entre os bairros do Planalto e Cidade Nova. Isso vai garantir também que o tráfego flua de forma segura, sem a necessidade de interrupções na passagem de nível.

    Em estágio bem avançado, está a requalificação da avenida 25 de Dezembro, na Praia do Meio. O local passa por uma ampla requalificação, incluindo recapeamento asfáltico, faixas de pedestres elevadas, ciclovias, novos abrigos de passageiros, calçadas acessíveis e nova iluminação. A Prefeitura também recupera as ruas do entorno da via: Rodrigues Dias, Padre Lemos, Túlio Fernandes, Feliciano Coelho, Capitão-Mor Gouveia e Mascarenhas Homem.

    “Já estamos com 54% do cronograma de obras cumprido. Esse é o primeiro passo para a meta de requalificarmos toda a nossa orla central, desde a Ladeira do Sol até a Praia do Forte. Vamos começar pela avenida 25 de Dezembro e suas vias adjacentes. Ali temos um fluxo considerável e vamos melhorar a mobilidade, oferecendo mais segurança e conforto para pedestres e motoristas”, aposta o prefeito.

  • Rafaela Brito, Batuque de Mulheres e Pretta Soul lançam single “Saudade da Preta”

    Resistência e sabedoria matriarcais são os temas do novo lançamento das artistas Rafaela Brito, Batuque de Mulheres e Pretta Soul. A música “Saudade da Preta”, que já está disponível em todas as plataformas digitais, evidencia a contribuição das mulheres lavadeiras para o sustento de suas famílias e faz um resgate às raízes dos potiguares cujas histórias estão entrelaçadas ao rio e ao mar.

    A música – composta durante o projeto de convivência comunitária e artística “Margem Memória”, em 2019, pela cantora e compositora Rafaela Brito e pelo dramaturgo e diretor de teatro Jhoao Junnior – homenageia as matriarcas Maria de Lourdes, Maria das Graças, Maria Lobélia e Maria Lindalvânia, é a história de vida da artista Rafaela que é contada em cada verso. 

    “Um dia recebi uma ligação de Jhoao Junnior, ele queria que eu contasse um pouco da minha história para a construção de uma personagem. Ali eu trouxe as minhas memórias de pertencimento, da minha infância; da minha avó que me criou, uma mulher preta, lavadeira, junto com minha mãe, minha tia, uma família de mulheres. Na ausência de figuras masculinas, essas mulheres criaram umas às outras. Ele, que achou a história muito bonita, começou a escrever, dando início a música.” (Rafaela Brito – artista)

    Rafaela começou a trabalhar muito cedo como faxineira, garçonete, entre outras funções, hoje é produtora cultural, cantora, compositora, multi-instrumentista e arte-educadora, desempenhando papéis fundamentais em projetos socioculturais como o Batuque de Mulheres do GAMI (Grupo Afirmativos de Mulheres Independentes) e o Flor de Cactos do GACC (Grupo de Apoio à Criança com Câncer). Como artista, lançou o EP “Rafaela Brito ao vivo no Festival Tesão Por Música (2022)” e o EP “Flor de Cactus (2021)”, além de atuar como percussionista, tocando com artistas como Tiquinha Rodrigues, Dudu Galvão, Ana Tomaz, Íris Lima, Khrystal, Dodora Cardoso e Dani Cruz. 

    Assim como o rio se movimenta para o encontro com o mar, “Saudade da preta” uniu a história de Rafaela Brito à história da rapper Pretta Soul, que acrescentou versos à canção a partir de sua vivência com sua mãe Maria e avós Eunice e Creuza, através de um convite feito por Rafaela. Pretta Soul é artista potiguar e trancista. Desde os 11 anos se dedica ao Hip Hop, tendo iniciado sua trajetória como b-girl. Como rapper lançou o disco “Poder Preto (2021)” e o documentário “Pretta Soul – Rap de Pretta, Rap de Mulher – A Trajetória de Jéssica Mayara no Hip-Hop (2020)”. 

    “Sempre que eu vou fazer minhas tranças lá na Pretta, a gente conversa sobre algum projeto. Numa dessas vezes, eu falei sobre “Saudade da preta”, disse que sempre lembrava dela quando cantava. Foi assim, conversando com ela, trançando meu cabelo, que a gente teve a ideia. Aí ela começou a compor, junto com Iyalê, parceira de composição dela. Elas se identificaram com a história e, uma parte da letra surgiu desse encontro”, destaca Rafaela.

    “Essa música tem muito sobre cada uma de nós. Ela traz vivências e o amor nas lembranças de quem tanto nos cuidou e cuida. Das nossas Marias, nossas mais velhas, as nossas mães pretas. Quando ouvi pela primeira vez foi uma sensação linda, lembrei logo da minha vó Creuza, já falecida, e de vó Eunice, que sempre conta as histórias dela como lavadeira na beira dos rios. Essa composição foi conjunta com minha amiga Iyalê, que também compôs em alusão à sua matriarca, dona Nazaré, já falecida, a referência de mulher preta na sua vida e, também, das culturas populares de Muriú. As gravações foram um sucesso, com uma equipe de mulheres massa e de uma força ancestral banhada pelas águas dos rios de Pium e pela doçura da nossa mamãe Oxum”, completa Pretta. 

    “Quando eu escutei a música toda, com várias lavadeiras cantando, veio uma memória da minha infância. As mulheres cantavam na beira do rio.” (Rivania Lustosa, integrante do Batuque de Mulheres)

    “Eu me emocionei muito com a música, porque foi uma coisa que eu ainda peguei quando era pequena, minha mãe também foi lavadeira. Eu acompanhava ela e a minha avó no rio. Sou descendente de indígena e me emocionou bastante. Não vejo a hora de estar cantando ela, representando a minha origem e o meu povo.” (Gabriela Santos, integrante do Batuque de Mulheres).

    A produção musical da música é assinada por Camila Pedrassoli e foi gravada e editada por Camila e Vitória de Santi, durante as aulas de produção musical do Batuque, com interpretação das artistas Rafaela Brito, Pretta Soul e 23 integrantes do Batuque de Mulheres. Além da música, também será lançado o EP “Batuque de Mulheres 23” com o processo de aprendizagem da música separada em instrumental, acapella, só tambores e em breve, será lançado um clipe, que enaltece as belezas naturais do Rio Grande do Norte e saúda Iemanjá e Oxum, orixás das religiões de matrizes africanas.

    “Pra nós da Guria Produtora é uma felicidade ver esse lançamento acontecer. Acompanhar de perto a evolução das alunas durante o ano se comprometendo com a música e participando de todas as etapas, além de passarem pelo processo todo do reconhecimento da canção, da letra, depois a preparação corporal e vocal, as aulas de produção musical mostrando como que construímos a música, a colaboração das alunas no roteiro do videoclipe, as gravações, até a chegada do produto final. 

    Muito felizes de poder chegar num resultado tão lindo, de uma música tão especial para a Rafaela e para o Batuque de Mulheres, reflexo dessa união de tantas pessoas afim de fazer a coisa acontecer da melhor maneira. 

    Por aqui ficam os agradecimentos à equipe do GAMI/RN, a Cores Que Tocam Produções e todas as artistas, Pretta Soul, incrível como sempre, alunas e equipes do Batuque de Mulheres por confiarem no nosso trabalho pra desenvolvermos isso juntas.” (Camila Pedrassoli, diretora da Guria Produtora)

    OUÇA AGORA: https://open.spotify.com/track/3DxhNpb6zDNezD34U8KTOc?si=ZAnKy7PTTiC7Af_dXnfVrg

    Sobre o Batuque de Mulheres

    O Batuque de Mulheres é um projeto sociocultural idealizado pelo GAMI/RN, com atuação na zona norte de Natal desde 2019. A aproximação da professora Rafaela Brito com o projeto se deu por meio de um convite para que ela ofertasse oficinas de percussão para as mulheres que faziam parte do grupo e da comunidade. De lá para cá, o Batuque de Mulheres tem contribuído para o processo de musicalização de mulheres de idade, etnia, classe social e sexualidade diversas, além de promover o bem-estar, o lazer e o empoderamento através das atividades realizadas.

    Atualmente, o Batuque de Mulheres possui patrocínio do Instituto Neoenergia, da Neoenergia Cosern e do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Lei Câmara Cascudo, o que tem possibilitado que, além das oficinas de percussão, sejam oferecidas também aulas de canto, produção musical e atividades de autocuidado. A versão final de “Saudade da Preta” é o resultado do trabalho realizado pelo Batuque de Mulheres no ano de 2023, é a força de todas essas mulheres juntas fazendo de suas histórias, arte.

    FICHA TÉCNICA – SAUDADE DA PRETA (MÚSICA)

    COMPOSITORES
    Rafaela Brito
    Jhoao Junior
    Pretta Soul
    Oyá Iyalê 

    INTÉRPRETES

    Rafaela Brito
    Pretta Soul

    Batuque de Mulheres

    PRODUÇÃO MUSICALPólen Aceleradora | Camila Pedrassoli


    GRAVAÇÃO E EDIÇÃO / AULAS PRODUÇÃO MUSICALPólen Aceleradora | Camila Pedrassoli e Vitória de Santi

    MIXAGEM E MASTERIZAÇÃOPólen Aceleradora | Vitória de Santi

    PREPARAÇÃO VOCAL

    Renata Graças

    PREPARAÇÃO CORPORAL

    Cristina Diógenes

    VOZES

    Cristina Diógenes

    Fátima Santos
    Fernanda Medeiros 

    Gabriela Santos
    Geísa Souza

    Geneilde Souza

    Gerlana Souza
    Karina Oliveira
    Larissa Carvalho

    Luana Lira
    Luana Simplício

    Luciana Costa
    Nina Souza
    Marilda Medeiros

    Myriam Castello Branco
    Natália Guimarães
    Núbia Rocha 

    Raquel Lopes
    Rejane Melo

    Renata Freire
    Renata Graças
    Rosineide Ferreira 

    Thor Santos

    Vânia Pascoal

    Vanusia Medeiros
    Veriana Amaral

    GRAVAÇÃO PERCUSSÃO

    Rafaela Brito

    BAIXO

    Camila Pedrassoli

    TECLADO E SYNTHS

    Camila Pedrassoli e Vitória de Santi

    GUITARRACamila Pedrassoli e Maria Fontes

    PRODUÇÃO EXECUTIVA E TÉCNICA

    Guria Produtora | Camila Pedrassoli, Juliana Furtado e Luana Simplício

    SELO E DISTRIBUIÇÃO DIGITAL

    Pólen Aceleradora | Guria Produtora

    REALIZAÇÃO 

    GAMI/RN e Cores Que Tocam Produções Artísticas 

    PATROCÍNIO 

    Fundação José Augusto

    Lei Câmara Cascudo

    Instituto Neoenergia

    Neoenergia Cosern 

  • “Conexão Mulheres Criativas – Negócios Femininos Para Transformar o Mundo” reúne líderes inspiradoras no Teatro Riachuelo

    O projeto Conexão Mulheres Criativas celebra um ano de atuação e promoverá o maior encontro de economia criativa e negócios femininos do Brasil, neste domingo, dia 03 de março, no Teatro Riachuelo. O evento contará com palestrantes renomadas, incluindo Danni Suzuki, Renata Malheiros, Luciana Balbino e Juliana Linhares, prometendo uma experiência única sob a liderança das criativas Tanda Macedo, Sâmela Gomes e Danielle Mafra.

    O Conexão Mulheres Criativas é um movimento liderado por mulheres que visa a produção do protagonismo feminino através do fomento de iniciativas que possibilitem outras mulheres a construírem seus caminhos, através de uma comunicação em multiplataformas, quando são realizadas imersões, encontros presenciais, videocasts semanais e o evento anual, todos com conteúdo voltado para o conhecimento e possibilidades do empreendedorismo feminino no âmbito da Economia Criativa.

    Com o tema “Negócios Femininos para Transformar o Mundo!”, o evento vai conectar mulheres, ideias e histórias, estimulando a troca de experiências e fortalecendo parcerias. Através dos conceitos de planejamento de carreira, negócios de impacto, carreiras maduras, liderança regenerativa, empreendedorismo feminino na economia criativa, alta performance, mulheres no digital, dentre outros, a line-up do evento proporcionará uma imersão em conteúdos modernos, inovadores e conectados com as demandas de mercado e de futuro.

    Entre os destaques, a palestra inspiradora de Danni Suzuki, intitulada “O Futuro é Humano”, abordará o equilíbrio entre tecnologia e humanidade. Com sensibilidade e uma dose de contundência, a palestrante resgatará o papel das interações humanas autênticas no mundo digitalizado, discutindo de que maneira podemos utilizar a tecnologia como uma ferramenta para ampliar nossas experiências, em vez de substituir nossas conexões genuínas.

    Para Tanda Macedo, que há anos empreende em projetos culturais de destaque no Rio Grande do Norte por meio das Leis de Incentivo à Cultura, é possível aliar talento e desejo de se atuar no que se gosta ao conhecimento necessário para se ter um negócio efetivamente rentável: “O Conexão Mulheres Criativas é sobre isso. E economia criativa não diz respeito apenas às artes, mas a áreas como gastronomia, comunicação, audiovisual, tecnologia, tudo que envolve o criar”, complementa.

    A líder criativa Sâmela Gomes destaca a importância do Conexão Mulheres Criativas como projeto que visa apresentar caminhos para que mulheres possam conhecer histórias de sucesso, dificuldades de percurso, e, principalmente, oportunidades para se tornarem empreendedoras de sucesso: “Percebemos na prática que para a mulher é mais difícil empreender do que para os homens, seja pela múltipla jornada, seja pela maior dificuldade de acesso às informações fundamentais sobre questões como taxas, financiamentos, linhas de incentivo – temas que envolvem o universo empreendedor. Por isso, abraçamos essa missão de auxiliar mulheres nesse processo”.

    Reconhecendo que o futuro é feminino porque o mundo precisa, a líder criativa Danielle Mafra ratifica como será especial ouvir a convidada premium do evento, “Danni Suzuki é uma multiartista que encanta o público com sua elegância, carisma, presença de palco e intrigantes casos de sua vida pessoal e profissional, que provocam o público a refletir sobre o valor do ser humano e seu papel em um mundo em constante evolução.” Com mais de 6 milhões de seguidores nas redes sociais, sua presença online transcende a promoção de marcas e produtos.

    O objetivo principal do evento é preparar e conectar mulheres que empreendem ou desejam empreender, apresentando ferramentas e insights para impulsionar discussões, gerar conexões genuínas e estimular a transformação global através do empreendedorismo feminino sensível e criativo.

    O projeto Conexão Mulheres Criativas tem patrocínio do Governo do Estado, Fundação José Augusto, Programa Cultural Câmara Cascudo, Sterbom, Sadio Condimentos,  Clan, Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão, Unimed Natal e Consórcio Eldorado e apoio do Instituto de Radiologia, Clínica Harmony Harris, Empodera Academy, Sistema Fecomércio RN, SESC, SENAC e SEBRAE RN.

    SERVIÇO

    CONEXÃO MULHERES CRIATIVAS – NEGÓCIOS FEMININOS PARA TRANSFORMAR O MUNDO

    Dia  03 de março, domingo, a partir das 13h, no Teatro Riachuelo

    CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:

    Bilheteria do Teatro Riachuelo (Terça a sábado, das 14h às 20h) ou no site uhuu.com

    PROGRAMAÇÃO

    PALESTRAS

    – Danielle Mafra – Porque você faz o que faz!
    – Luciana Balbino – Empreendedorismo Feminino e Negócios de Impacto: A importância da mulher na transformação da sociedade
    – Sâmela Gomes – Carreiras Líquidas: a capacidade de se reinventar na trajetória profissional

    RODAS DE CONVERSA


    Empreender na economia criativa: portunidade e realização:
    Ariell Guerra
    Juliaņa Linhares
    Mariana Hardi
    Mediadora: Tânda Macedo

    Carreiras Maduras: Propósito e Responsabilidades na Gestão e Planejamento de Carreira :

    Andréia Nunes
    Helena Duarte
    Mediadora: Sâmela Gomes

    PALESTRA


    – Renata Malheiros –  Mulheres empreendedoras: como superar os perrengues e prosperar

    PALCO SEBRAE

    Apresentação e Lançamento do Projeto SEBRAE Delas 2024

    TALK SHOW

    – Mulheres no Digital: sensibilidade, diferenciação e intencionalidade:
    Maria Blanco
    Roberta Duarte
    Raissa Harris
    Mediadora: Sâmela Gomes

    PALESTRA

    O Futuro é Humano – Danni Suzuki

  • Prefeito Álvaro Dias recebe ministro do Esporte André Fufuca

    O prefeito Álvaro Dias recebeu em Natal o ministro do Esporte André Fufuca, na tarde dessa segunda-feira (26). Foram apresentados projetos de equipamentos esportivos em andamento na cidade e outros que necessitam de apoio federal para serem executados. O secretário municipal de Esporte e Lazer, Rafael Motta, fez o convite ao ministro para a passagem em Natal e acompanhou a visita. 

    Dentre os projetos apresentados ao ministro, estão a reforma do Ginásio Nélio Dias, a construção do Skatepark Profissional na Praia do Meio e a restauração das unidades do Centro de Esportes e Artes Unificadas em Felipe Camarão e Lagoa Azul.

    O ministro aproveitou a passagem por Natal para acompanhar o prefeito e o secretário em uma visita técnica à construção da quadra esportiva no bairro das Rocas, orçada em cerca de R$ 452 mil.

    O chefe do Executivo municipal destacou a importância da visita do ministro do Esporte. “O ministro André Fufuca veio a Natal atendendo ao nosso convite para conhecer a realidade das nossas políticas e ações. Aproveitamos para solicitar recursos e convênios para a construção e recuperação de quadras poliesportivas. Dentro da prioridade que nós temos de fazer uma cidade para as pessoas e de desenvolver boas ações em favor do esporte nas nossas comunidades”, afirmou Álvaro.

    André Fufuca afirmou que já está avaliando a questão estrutural esportiva de Natal e que não faltarão esforços para a realização de novos projetos. “Vamos estudar a questão estrutural esportiva da capital e lançar projetos que se tornarão corriqueiros no dia a dia de cada brasileiro. Nós faremos o possível para conseguir recursos e executar essas demandas aqui na cidade de Natal”, disse o ministro.

  • Mossoró recebe a partir de quinta-feira a primeira etapa do Circuito Food & Jazz 2024 com 25 restaurantes confirmados

    A partir desta quinta-feira, dia 29, até o dia 9 de março, Mossoró recebe a primeira etapa do Circuito Food & Jazz, evento que está de volta para encantar amantes da boa música e da alta gastronomia no Rio Grande do Norte. Com 25 estabelecimentos confirmados, o festival celebrará o melhor da cultura local ao longo de 10 dias na capital do oeste.Nos estabelecimentos parceiros, serão oferecidas entradas, pratos, drinks e sobremesas exclusivas, tudo a preços fixos e promocionais.

    Nos dois últimos dias, 08 e 09 de março, em uma arena montada no estacionamento do Partage Shopping Mossoró o festival oferece, de forma totalmente gratuita, apresentações musicais, feira de artesanato, praça de alimentação e um evento Cozinha Show com oficinas gastronômicas seguidas de degustação.

    Em Mossoró, Hachi Rooftop, ZUM Restaurante e Gastrobar, Mnemosine – Adega, Bistrô e Buffet, Casa Grãos Café, Estação Café ESTAÇÃO CAFÉ, Tenda Gastronomia e Lazer, Blu Point, La Goccia Blu, Real 21 Pastel, Diana Hellen Doces Finos, Carmorita Café, Visse Café, U7 Hamburgueria, Mossoró Café, Arretado Burguer, Kiesfiha, O Caju Gastronomia, The B’nanas, Restaurante Dona Têca,Bom Café Mossoró, Grilo & Chicó Hamburgueria, Sereno Cacau, Mon Petit Café e Livros, Restaurante Buscapé, Aconchego Cafeteria & Bistrô, Donna salada e Lá em Roberto são os estabelecimentos participantes.

    As cidades de Caicó (21 a 30 de março) e Natal (11 a 20 de abril) também receberão o festival, prometendo momentos inesquecíveis. O evento contará com apresentações de pratos e drinques exclusivos, oficinas, street bands, shows e muito mais.

    Inspirado no legado de Luís da Câmara Cascudo, renomado folclorista e autor de “História da Alimentação no Brasil”, o evento homenageará as raízes indígenas, africanas, e europeias presentes na culinária brasileira. O Circuito Food & Jazz 2024 proporcionará uma experiência sensorial única, destacando o jazz brasileiro, a cadência nordestina e a alta gastronomia do país.

    A realização do evento é de Juçara Figueiredo Produções, com o patrocínio da Coca Cola, através do Programa Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura do Governo do Rio Grande do Norte e o apoio do Senac RN, UnP, Abrasel, Revista Deguste e Intertv RN.

    Em Mossoró, o Food & Jazz tem apoio local do Partage Mossoró, Prefeitura de Mossoró, Socel Gourmet, Objetiva Locações e Entretenimentos e do Mossoró Convention & Visitors Bureau. Acompanhe todas as novidades do Circuito Food & Jazz 2024 no Instagram: @foodjazzbrasil. Para mais informações, acesse https://linktr.ee/foodjazzbrasil.

  • Prefeitura de Natal dá autorização à realização de concurso para professor 

    O prefeito Álvaro Dias assinou, na última sexta-feira (23), a autorização para o processo que culminará com a realização do concurso para professor da Rede Municipal de Natal. Serão 710 novas vagas criadas na Lei Complementar Nº 241, de 19 de Janeiro de 2024 publicada no DOM do dia 30 de Janeiro. 

    Ao assinar a autorização para o trâmite do concurso, o prefeito falou sobre a importância para a Rede de Ensino e para seus alunos. “Isso vai fortalecer a educação, priorizar ensino e trazer melhores condições de aprendizado para todos os alunos da Rede Municipal de Ensino”, avaliou Álvaro Dias. 

    A carga horária para os professores aprovados será de 30 horas semanais, com remuneração de Professor “N”, de R$ 3.315,41, que vale pelo período do estágio probatório. O concurso ainda está em fase de organização e será realizado este ano. 

    “A realização do concurso público para o cargo de professor efetivo da Rede Municipal de Natal é mais uma ação importante da gestão do prefeito Álvaro Dias. São 710 novas vagas, o que significa que a nossa rede municipal vai se fortalecer com a chegada de novos profissionais”, avalia a secretária de Educação do Município, Cristina Diniz,  destacando que a última vez que a Prefeitura do Natal realizou um concurso público para professor efetivo foi no ano de 2015. “Agora, vamos abrir espaço para o vínculo efetivo de professores, destacando a criação do cargo de professor para o Atendimento Educacional Especializado”, complementou.

    710 vagas
     
    Professor pedagogo para Educação Infantil e Ensino Fundamental – 450
    Professor do Atendimento Educacional Especializado AEE – 60
    Professor de Arte / Dança – 05
    Professor de Arte / Artes Visuais – 06
    Professor de Arte / Teatro – 06
    Professor de Arte / Música – 05
    Professor de Educação Física – 15
    Professor de Ensino Religioso – 25
    Professor de Geografia – 13
    Professor de História – 15
    Professor de Inglês – 15
    Professor Intérprete de Libras – 10
    Professor de Língua Portuguesa – 30
    Professor de Matemática – 40
    Professor de Ciências da Natureza – 15

  • Filarmônica UFRN reúne Itália e Polônia na abertura do 3º Festival Szymanowski no Brasil em março

    Filarmônica UFRN abre a Temporada 2024 com o concerto “As Quatro Estações, uma canção e um Vocalise”, que também marca a abertura do 3º Festival Szymanowski no Brasil. O concerto acontece em Natal, no dia 02 de marçoàs 18h, na Igreja Nossa Senhora da Apresentação – com entrada livre e lotação conforme a capacidade do local.

    O programa reúne obras dos compositores italianos Giovanni Gabrieli (1557-1612), Antonio Vivaldi (1678-1741) e o polonês Wojciech Kilar (1932-2023). A apresentação conta com a presença de dois solistas, a soprano Alzeny Nelo e o violinista polonês Mariusz Monczak, que também é o diretor artístico do 3o Festival Szymanowski no Brasil.

    Neste ano, a 3a edição do Festival tem concertos programados para a Pinacoteca PotiguarAuditório Onofre Lopes da Escola de Música da UFRNIgreja Nossa Senhora da Apresentação e na Igreja do Galo, além de concertos em Tibau do Sul e no “Habitat Marte”, em Caiçara do Rio do Vento. O evento também contará com palestra da musicóloga Ewa Monczak e diversas masterclasses e atividades educacionais. A programação completa pode ser conferida nas redes sociais da Escola de Música da UFRN.

    O maestro da Filarmônica UFRN, André Muniz, escolheu, para abrir a temporada, a Canzon Pian’ e Forte, peça escrita em 1618 por Gabrieli apenas para o naipe dos metais. O compositor escreveu a obra para dois “corais”: um coral formado por 3 trompetes e 1 trombone e o segundo formado por 1 trombone, 2 trompas e 1 tuba. A peça é conhecida por contrastar sons em dinâmica “piano” – ou seja, suaves – com aqueles em dinâmica “forte”, como diz o próprio título, tendo sido uma das primeiras obras na história da música a usar essa notação nas partituras impressas.

    Em seguida, a obra principal da noite é “As Quatro Estações”, de Vivaldi, concertos para violino e orquestra de Vivaldi que retratam musicalmente paisagens e sensações de cada uma das estações do ano. Compostas entre 1718 e 1720, foi utilizada em As Quatro Estações, um procedimento incomum na época: o compositor inseriu poemas na própria partitura que descrevem cada um dos momentos, criando pinturas musicais de riachos, de pássaros, de um pastor e seu cão, de moscas zumbindo, tempestades, dançarinos bêbados, paisagens congeladas e fogueiras de inverno, entre muitas outras descrições textuais e musicais. 

    Para finalizar este importante concerto, a soprano Alzeny Nelo apresenta o delicado e hipnótico “Vocalise de Kilar”, obra composta em 1999 para o filme “O Último Portal”, e que será apresentada em Natal pela primeira vez. Wojciech Kilar foi um dos maiores compositores poloneses do século XX, tendo atingido grande renome tanto por suas obras de concerto como por suas colaborações com o cinema.

    A Filarmônica conta com o apoio da UFRN, da Escola de Música da UFRN, da PROEX/UFRN e do patrocínio da CAURN – Caixa Assistencial Universitária do Rio Grande do Norte. 

    Sobre Festival Szymanowski no Brasil

    O Festival Szymanowski no Brasil é um evento organizado em parceria com a Escola de Música da UFRN e pela Fundacja Ars Activa, da Polônia. O nome do festival refere-se a Karol Szymanowski (1882-1937), renomado compositor polonês (pronuncia-se “ximanóvski”) cujas obras serão tocadas em algumas das apresentações. O compositor não foi escolhido por acaso. Como explica o Prof. Durval Cesetti, organizador do evento, “tanto eu como Mariusz, fizemos nossos doutorados em Montreal a respeito deste compositor – eu sobre suas obras de piano e ele sobre as peças para violino –, então o nome do festival foi certamente uma escolha natural. Esperamos que possa atiçar a curiosidade do público sobre ele e também sobre a cultura polonesa em geral.” Porém, o festival também inclui em sua programação obras de outros compositores – da Polônia, do Brasil e de diversos outros países.

    Serviço:

    Temporada 2024- Filarmônica UFRN | Concerto Especial

    (3º Festival Szymanowski no Brasil)

    Quando: 02 de março (sábado)

    Horário: 18h

    Onde: Igreja Matriz Nossa Senhora da Apresentação (Praça André de Albuquerque, s/n – Cidade Alta)

    Entrada: Gratuita

    Siga: @filarmonicaufrn

  • Livro “Amigos do Pelo: Histórias de Amor e Solidariedade” ganha nova edição

    Dez anos depois do sucesso da primeira edição, o livro “Amigos do Pelo” está de volta, em formato  comemorativo, com novos textos e novos colaboradores.

    Mais de 30 autores renomados, como Nando Reis, Ferreira Gullar, Carlos Heitor Cony, Ana Cañas e Laurentino Gomes compartilham histórias tocantes sobre seus animais de estimação, mostrando o poder transformador do amor incondicional que existe entre humanos e animais.

    A obra é um presente para quem ama animais e para quem acredita no poder da união para fazer a diferença.

    Toda a renda obtida com a venda do livro será destinada à castração de animais de rua e apoio financeiro às ONGs de Natal (RN).

    Serviço:

    loja virtual da Editora Escribas: https://loja.escribaseditora.com.br

    ·         Preço: R$ 50,00

  • Prefeito anuncia início de operações do Hospital Municipal e autoriza obras de nova etapa

    A rede pública municipal de Saúde em Natal vai contar em breve com um grande reforço para ampliar o atendimento e melhorar a prestação do serviço aos usuários do sistema. Na manhã desta sexta-feira (23), no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, o prefeito Álvaro Dias assinou a ordem de serviço para a construção da segunda etapa do Hospital Municipal. Ele também anunciou para o mês de julho o início do funcionamento da primeira ala da unidade hospitalar, com a operação de 20 leitos de UTI e 30 de enfermaria. Estão sendo investidos R$ 140 milhões na execução de todo o projeto.

    “Como cidadão, prefeito e médico, estou realizado, pois estamos vivenciando um momento histórico, já que em breve vamos materializar um anseio de toda a população da capital potiguar, ao entregar o Hospital Público Municipal. Sem dúvida, uma das ações mais significativas da nossa gestão. Vamos oferecer um atendimento amplo, com várias especialidades, oferecendo o melhor para o usuário da rede pública municipal de Saúde”, destacou o prefeito Álvaro Dias.

    O hospital está sendo erguido na avenida Omar O’Grady, no bairro Pitimbu, em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cidade Satélite. Essa fase inicial compreenderá, além dos 50 leitos de UTI e clínicos, o bloco logístico e serviços assistenciais, como centro de diagnóstico e laboratório de análises clínicas.

    Dentro do bloco logístico, estão contemplados setores como almoxarifado, CAF (Central de Abastecimento Farmacêutico), farmácia central, cozinha, lactário/enteral, refeitório, lavanderia, Central de Material e Esterilização. Além disso, a primeira etapa abrangerá a área administrativa e disponibilizará vestiários, sanitários e alojamentos para os funcionários.

    Quando estiver finalizado, o Hospital Municipal vai contemplar diversas especialidades, dentre elas ginecologia, obstetrícia, atendimento neonatal, Centro Cirúrgico e de Diagnóstico. Na totalidade, serão 266 leitos de internação, sendo 40 de UTIs divididos entre UTI adulta geral (20), neonatal (10) e pediátrica (10), além de leitos específicos classificados como PPP – para pacientes de pré-parto, parto e pós-parto (10).

    As linhas de atenção planejadas para o hospital preveem atendimentos referenciados a pacientes adultos clínicos para internação hospitalar e cirúrgicos para cirurgias programadas (eletivas), além de atendimento de urgência 24h em ginecologia e obstetrícia de risco habitual e alto risco.

    Na segunda etapa, que teve a ordem de serviço expedida nesta sexta-feira, haverá continuidade na construção de mais leitos, especialmente os relacionados aos serviços de ginecologia e obstetrícia.

    “O nosso hospital não vai ficar abaixo a nenhum da rede privada. Estamos preparando um equipamento de excelência e à altura do que o usuário da rede pública de Saúde de Natal, merece”, atestou o secretário municipal de Saúde, George Antunes, destacando o trabalho que a gestão do prefeito Álvaro Dias vem desenvolvendo no setor.

    “Como médico, o prefeito tem um olhar especial para a nossa área. Todo esse empenho, dedicação e preocupação foi demonstrado ao longo da pandemia da Covid-19, quando Natal foi exemplo para o Brasil. Continuamos trabalhando com afinco e sem medir esforços para prestar o melhor serviço e cuidar do natalense da melhor maneira”, completou George Soares.

  • Galeria Convivart expõe “GUAP: Revisitando o Passado e Construindo o Futuro”

    O Núcleo de Arte e Cultura (NAC/UFRN) promove a exposição Guap: Revisitando o Passado e Construindo o Futuro.  A mostra é gratuita e permanece aberta ao público de 23 de fevereiro a 21 de março, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na Galeria Convivart, no Campus Universitário.

    A mostra envolve 28 artistas, sendo 26 componentes do Grupo Universitário de Aquarela e Pastel (Guap/UFRN). A exposição conta com o auxílio de quatro mediadores da Galeria que ajudam os visitantes na compreensão do discurso expositivo e crítico da produção artística.

    Coordenadora do Programa de Exposições Temporárias de Artes Visuais da Galeria Conviv’art, Elidete Alencar explica que a mostra convida os espectadores a uma jornada única através do tempo. “Esta exposição mergulha nas raízes e na evolução do grupo, destacando seu impacto cultural e sua visão para o futuro da arte. São expostas 50 obras, cada uma é um testemunho da jornada do Guap ao longo dos anos”, relata.

    De acordo com a coordenadora, os visitantes têm a oportunidade de explorar uma coleção diversificada de obras, cada uma representando um momento na história do grupo, o que demonstra a dedicação, à inovação e à expressão artística da equipe. “É mais do que uma simples retrospectiva com objetos que provocam reflexões sobre a arte. É uma celebração dinâmica da trajetória do grupo e uma visão inspiradora do que está por vir. Ao embarcarmos nesta jornada artística, somos lembrados não apenas da importância de honrar nossas raízes, mas, também, do poder de construir um futuro vibrante e significativo por meio da expressão artística”, explica.

    Sobre o Guap

    O grupo atua desde 2001 com professores e estudantes da UFRN, além de artistas e membros da comunidade externa. É resultado de um projeto de extensão da Universidade, realizado pelo Departamento de Arquitetura (Darq) e apoiado pelo Núcleo de Arte e Cultura (NAC). O Guap reúne artistas para a produção de artes visuais na UFRN e também oferta cursos e oficinas para ampliar a visibilidade das obras.