Últimas histórias

  • Prefeitura inicia mutirão do Cadastro Único em Natal

    Para atender à demanda ampliada de usuários em busca do serviço do Cadastro Único, a Prefeitura de Natal organizou um mutirão de atendimento, que iniciou nesta nesta quarta-feira (10), pela Zona Norte da cidade. O atendimento nesta primeira etapa, na região, será feito até a próxima sexta-feira (12), no Centro Municipal de Trabalho e Empreendedorismo, no Gramoré.  O mutirão, porém, vai se estender até o início de setembro, com cada uma das quatro regiões da cidade sendo contemplada por semana.

    A secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Ana Valda Galvão, acompanhou o início do trabalho e ressaltou que o regime especial de atendimento é dedicado exclusivamente para as pessoas que fizeram o agendamento no app Natal Digital. Desta forma, a Secretaria vai garantir o atendimento de 10 mil pessoas, ampliando aproximadamente em torno de 60% os atendimentos à população natalense. Atualmente, 108 mil natalenses estão registrados no Cadastro Único.

    Pelo planejamento elaborado pela Semtas, na próxima semana (dias 15 a 19/08) a ação acontecerá na Zona Oeste, no Centro Municipal de Referência em Educação (Cemure). De 23 a 25/08, os atendimentos passarão para Árvore de Mirassol, na Zona Sul. A última etapa do mutirão será no Palácio dos Esportes, Zona Leste, nos dias 30 e 31/08 e 01/09. Em todos os locais, os atendimentos serão realizados das 8 às 17 horas.

    A titular da Semtas destaca o empenho e a dedicação da gestão da Prefeitura em busca de soluções para resolver o problema das constantes filas registradas anteriormente formada pelos usuários. “Conseguimos equalizar essa situação, usando como critério o agendamento pelo aplicativo. Os mutirões são muito importantes para conseguir minimizar os impactos dessa demanda elevada. É uma forma de facilitar a atualização de dados e também o esclarecimento de dúvidas”, pontuou Ana Valda Galvão.

    “Estamos realizando essas ações para que possamos atender um maior número de pessoas que buscam ser inseridas nos programas do governo federal. Sabemos que a pandemia aumentou a vulnerabilidade. Além disso, houve o aumento do valor do benefício Auxílio Brasil, que contribuiu com o crescimento da procura da população em nossas unidades”, complementa o prefeito Álvaro Dias. 

    Segundo a secretária, a equipe do mutirão conta com 30 cadastradores, seis assistentes sociais e equipe de apoio. Além disso, as duas unidades de cadastro único seguirão seu fluxo de atendimento normalmente. “Natal é a única capital do país a disponibilizar duas unidades exclusivas para o Cadastro Único. Fizemos um planejamento para oferecer o melhor atendimento possível, mas sempre existem contratempos. Para evitar problemas, pedimos aos que forem buscar os serviços do mutirão que levem toda a documentação necessária e contribuam para facilitar ao máximo o atendimento”, esclarece ela.

    A dona de casa Elisângela da Silva, 32, foi uma das primeiras a chegar no local de atendimento no CMTE da Zona Norte. Ela conta que estava guardando ansiosa pelo momento de renovação do seu registro junto ao Cadastro Único. “Estava muito angustiada, pois não estava conseguindo agendar meu atendimento. Graças a Deus, deu tudo certo. O acolhimento aqui está excelente e organizado. Vim para atualizar minha situação e seguir recebendo o Auxílio Brasil. Houve esse aumento que veio em boa hora, apesar de tudo estar muito caro”, revelou a moradora do Pajuçara.

    Documentação

    Para a atualização cadastral, basta comparecer com documentos originais dos familiares: CPF ou título de eleitor do responsável maior de 16 anos; carteira de identificação, carteira de trabalho, certidão de nascimento ou certidão de casamento, comprovante de residência e declaração escolar dos filhos entre 6 e 21 anos. Devem atualizar o CadÚnico os moradores que tenham mudado de endereço, de cidade ou que tenham alterado a composição familiar (nascimento de filhos, casamento, óbito de familiar). Além disso, mudanças de renda e localização da escola dos filhos também devem ser comunicadas para a atualização.

  • Prefeitura entrega reforma da Praça do Cruzeiro

    Um dos equipamentos públicos mais tradicionais da Vila de Ponta Negra foi entregue nessa segunda-feira (08) totalmente requalificado pelo prefeito de Natal, Álvaro Dias. O espaço conta agora com um novo passeio, com acessibilidade, bancos novos, pintura geral, iluminação em LED – que aumenta a luminosidade da área e consome menos energia-, além da implantação de um caramanchão. O tradicional cruzeiro foi mantido e revitalizado. Dentro da estrutura do caramanchão foi implantada uma Academia ao Ar Livre. Outra novidade foi a disponibilização do sinal de internet livre e de alta velocidade dentro do programa “Wi-fi Natal” executado em parceria da Prefeitura com o Ministério das Comunicações.

    Além disso, o Beco das Cores, uma via que dá acesso à orla da praia de Ponta Negra, também foi requalificado pela gestão municipal. O local ganhou novos painéis em arte grafite e iluminação, valorizando personagens importantes da cultura da região. As ações executadas na Vila de Ponta Negra fazem parte do conjunto de iniciativas integradas da Prefeitura em todas as regiões da cidade, visando criar espaços públicos de lazer e convivência.

    “Estamos entregando hoje a Praça do Cruzeiro completamente renovada, reestruturada, com academia ao ar livre e sinal de internet grátis e de alta velocidade. Esse é um dos equipamentos públicos mais importantes e tradicionais da Vila de Ponta Negra. Também requalificamos o Beco das Cores. Estamos oferecendo aos moradores áreas de convivência para a prática de atividades esportivas e lazer. Essas nossas ações também potencializam a vocação turística da região, movimentando os pequenos negócios locais, gerando emprego, renda e oportunidade”, disse o prefeito Álvaro Dias.

    A secretaria municipal de Serviços Urbanos (Semsur) é a responsável pelas melhorias nos equipamentos públicos. O titular da pasta, Irapoã Nóbrega, fez um balanço positivo do trabalho realizado pelas equipes da secretaria e destacou o trabalho integrado entre os órgãos da Prefeitura que tem contribuído para modernizar diversas praças, ruas e vias em toda a cidade: “A Prefeitura trabalha em conjunto e de forma integrada. Essa união tem feito a diferença na vida da população. Na última semana inauguramos o Parque Ecológico de Capim Macio e hoje estamos entregando a Praça do Cruzeiro reformada. Seguindo a orientação do prefeito Álvaro Dias vamos continuar executando obras estruturantes que geram mais qualidade de vida em toda a cidade”, completou.

    A Prefeitura está executando ainda a reforma da Praça da Igreja da Sagrada Família, nas Rocas, bem como requalificando a Praça Engenheiro Abel Menezes. Os locais estão recebendo melhorias nos passeios públicos, novos equipamentos, como bancos, lixeiras, pintura, acessibilidade, projeto paisagístico e de iluminação.

  • Prefeitura de Natal renova convênio de fomento ao Paradesporto

    Fazer de Natal uma cidade cada vez mais inclusiva e com justiça social. Com esses e outros objetivos em mente, a Prefeitura de Natal decidiu renovar o convênio com a Sociedade Amigos do Deficiente Físico (Sadef). O ato foi formalizado pelo prefeito Álvaro Dias, pela secretária municipal de Esporte e Lazer, Jódia Melo, e pelo presidente da Sadef, Dário Gomes da Silva, em cerimônia realizada semana passada no ginásio Palácio dos Esportes.

    O convênio firmado com a gestão municipal foi renovado, e, segundo Álvaro Dias, as instituições podem contar sempre com o apoio da gestão municipal. “Estaremos sempre lutando para contribuir com a inclusão social fazendo com que Natal seja a cada dia uma cidade melhor para seus cidadãos“, disse o prefeito. “A Prefeitura sempre estará ao lado de instituições como a Sadef que contribuem para melhorar a qualidade de vida da nossa população”, completou. 

    O prefeito Álvaro Dias enfatizou que, apesar de tudo que a Prefeitura vem enfrentando como pandemia, problemas climáticos, crise econômica nacional entre outros, projetos de inclusão social como o da Sadef não podem ser esquecidos. “Enfrentamos muita dificuldade, mas com muito esforço e planejamento conseguimos renovar o convênio. A Sadef é uma instituição que presta um serviço inestimável para Natal. A entidade trabalha com seriedade e competência e, por isso, sempre que procurados, damos prioridade”, revelou Álvaro Dias

    Através da renovação do convênio, no valor de R$ 45 mil, a Prefeitura do Natal assegura a continuidade de atividades importantes como a suplementação dos atletas, fardamentos e passagens aéreas para competições.

    “Este ano abrimos nosso edital para instituições menores com apenas uma modalidade e democratizamos nosso fomento. O Paradesporto de Natal nos orgulha nacional e internacionalmente, e merece nosso apoio pelo trabalho que executa. A Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) tem um departamento específico para atender aos paratletas e estaremos sempre de portas abertas”, comentou a secretária Jódia Melo.

    Apoio fundamental

    O presidente da Sadef, Dário Gomes, citou as medalhas conquistadas pelos atletas da entidade, as atividades executadas com os 232 associados e as ações em parceria com a Prefeitura no ginásio Nélio Dias (halterofilismo) e na Estação Cidadania (parataekwondo).

    “A Prefeitura de Natal nos apoia e esse apoio é fundamental para que possamos manter nossas atividades no dia a dia e apresentando tantos resultados no esporte e também na área social como um todo”, afirmou o presidente da Sadef.

    O atleta paralímpico Júnior França, que esteve em Tóquio e busca a vaga para competir em Paris 2024, contou um pouco de sua história para enfatizar a importância da renovação do convênio. “Eu nasci no subúrbio e minha expectativa de vida não era boa. Graças ao esporte, fui a uma Paraolimpíada, estou tentando vaga em outra, me formei em Direito e já conheci 11 países. Agradeço muito à Prefeitura por essa atitude que ajuda demais essa instituição que é reconhecida no mundo todo”, finalizou.

  • Agendão cultural da Prefeitura do Natal começa com a Feirinha da Árvore de Mirassol

    Shows musicais, samba, artesanato, ações no Centro Histórico, apresentações para a criançada e muito mais. A agenda cultural da Prefeitura do Natal, promovida através de projetos incentivados pela Lei Djalma Maranhão, editais de fomento e emendas parlamentares municipais, está variada, para todos os gostos, estilos e idades. Confira a programação que vai até domingo (7):

    FEIRINHA DA ÁRVORE DE MIRASSOL
    A sétima edição da Feirinha da Árvore, em Mirassol, vai de sexta (5) até domingo (7). A programação é diversificada com música, espetáculos circenses, artesanato, gastronomia, espaço para esporte e área exclusiva para o lazer de crianças e também dos pets. O evento vai das 16h às 22h, com programação infantil, boa gastronomia e música. No palco, Rodolfo Amaral abre a programação nesta sexta-feira (05/08). No sábado (06/08) tem Orquestra do Papão (17h) e palhaço Piruá (17h30). Na sequência show de Rosas na Cartola. Domingo é a vez da orquestra do Papão (17h), Tropa Trupe (17h30) e Ari Lima e Banda a partir das 19h. 

    SAMBA NO ESPAÇO RUY PEREIRA
    Neste sábado (6) tem Samba no Espaço Ruy Pereira, a partir das 17h. O projeto “Cores do Nosso Samba “, incentivado pela Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão, apresenta Valéria Oliveira, Rogerinho Lucarino (Balanço do Morro), Serginho e as cantoras Cida Lobo e Silvana Martins. A programação musical começa com o tradicional chorinho executado pelos músicos Raphael Almeida (cavaco e diretor musical), Jubileu Filho (7 cordas), Jane Eyre (Sax e flauta), Aluízio Pizão, Toninho Melé, Cicinho e Kelliney Silva (percussões). A entrada é gratuita.

    JAMMING NO SOM DA MATA
    O projeto Som da Mata deste domingo (7) recebe a Jamming, um quarteto composto  por Ricardo Baya (guitarra e violão), Xikinho Bass (contrabaixo), Ozy Cavalcante (sax e trompete) e Dinei Teixeira (percussão). O grupo formado por músicos experientes e potiguares atuantes na cena local, tem o intuito de “reggear” grandes clássicos, fazendo revisitações em vários ritmos e vertentes, resultando em versões reggae. O Som da Mata tem incentivo da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão e é totalmente gratuito. O acesso ao Parque das Dunas custa apenas R$ 1.00. Início do show às 16h30. 

    EMÍLIA DETETIVE NO BOSQUE ENCENA
    O Bosque Encena deste domingo (7) recebe o espetáculo Emília Detetive, que resolverá um mistério ao lado de outros personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo. Tudo começa quando Pedrinho, Narizinho e Emília resolvem fazer um concurso de desenhos e se dão conta que falta a cor verde. A boneca Emília lembra que uma vez Visconde de Sabugosa havia ensinado como poderia fazer essa cor. Ao procurar pelo famoso sabugo de milho, eles descobrem que Visconde sofreu uma queda e, ao acordar, ele não fala coisa com coisa e não se lembra de nada. O Bosque Encena tem incentivo da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão e é totalmente gratuito. O acesso ao Parque das Dunas custa apenas R$ 1.00. Início do show 10h. 
     
    ESTREIA DO CONCERTOS POTIGUARES
    A primeira atração do projeto Concertos Potiguares será o grupo Regional Choro da Terra, com  seu repertório dedicado ao gênero tipicamente brasileiro e que homenageará grandes compositores como Joaquim Calado, Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha e outros. O projeto Concertos Potiguares acontece no auditório do Parque da Cidade (avenida Omar O’Grady), a partir das 16h deste sábado (6) com acesso gratuito.

    DOMINGO TEM GARAJAL 
    Neste domingo (7) acontece mais uma edição da Feira Garajal, no estacionamento do Shopping Cidade Verde, a partir das 15h. Shows de Carlos Ponta Negra e Rebekka Martins animam a tarde enquanto diversos expositores de artesanato e gastronomia apresentam seus produtos na feirinha. A entrada é franca. O projeto tem incentivo da Lei Djalma Maranhão, da Prefeitura do Natal. 

    CHOROS E SAMBA NO BAR DO NALDO
    Nesta sexta-feira (5) tem edição do projeto “Encontro de Choros e Sambas”, a partir das 20h, no Bar do Naldo, no Centro Histórico. O grupo Roda de Bambas se apresenta com participação especial de Jôsy Ribeiro. O projeto tem incentivo da Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult-Funcarte).


    ARRAIÁ DA FLORESTINA
    Sexta (5) e sábado (6) tem a 25ª edição do tradicional Arraiá da Florestina, com quadrilhas, barracas, parque de diversão e shows de MF do Batidão, Fabinho Lengo Tengo, Erika Silva, Forró Panka de Bakana e Trio Trancelim. O Arraiá acontece na rua Vereador Manoel Coringa de Lemos, na Vila de Ponta Negra (terminal dos ônibus). O projeto é realizado através de emenda parlamentar municipal e apoio da Prefeitura do Natal e Secretaria de Cultura (Secult-Funcarte).

    ANIVERSÁRIO DA SAMBA
    Neste sábado (6) tem comemoração dos 28 anos da SAMBA (Sociedade de Amigos do Beco da Lama e Adjacências), com shows de Laryssa Costa e Júnior Groovador, a partir das 15h30. A SAMBA foi fundada em 1994 por um grupo de amigos que tinha como principal objetivo preservar o patrimônio histórico cultural do centro da cidade. A associação é também responsável por atividades que historicamente movimentam o bairro, como os projetos Flibeco, Overdose, Tocaraul, Domingo na Praça, Banho de Cheiro, PratodoMundo, Carnabeco, Bloco “Não empurre não“, Feirinha Cultural, Mostra Gastronômica de Comida de Terreiro e de Rua. O projeto tem incentivo da Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura em parceria com a SAMBA.

  • Isaura Rosado é eleita para a Academia Norte-Riograndense de Letras

    Isaura Amélia de Sousa Rosado Maia passa a ocupar a cadeira 32 da Academia Norte-Riograndense de Letras. A professora e gestora foi eleita nessa terça-feira (2) com 24 votos contra 15 dados à professora, comunicadora e escritora Josimey Costa.

    Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (1971), mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará (1984) e doutora em Sociologia da Educação pela Universidad de Salamanca.

    Isaura foi secretária municipal de Cultura de Mossoró e diretora-presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (Fapern) e da Fundação José Augusto e Secretária Extraordinária de Cultura. Também é membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte.

    Já era prevista a eleição de uma mulher para a cadeira vaga desde a morte do ex-governador Geraldo Melo (1935-2022), em 6 de março, dada a baixa representatividade feminina entre os 40 acadêmicos. Agora Isaura se junta às outras quatro imortais: Eulália Barros, Sônia Faustino, Diva Cunha e Leide Câmara.

    Da Agência Saiba Mais

  • Parque da Cidade recebe o projeto Concertos Potiguares a partir deste sábado (06)

    Começam no próximo sábado (6) as apresentações musicais gratuitas do projeto Concertos Potiguares, no auditório do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte. A primeira edição do projeto traz como atração o grupo Regional Choro da Terra. Com um repertório totalmente dedicado ao gênero tipicamente brasileiro, o grupo homenageará grandes compositores da música popular instrumental como Joaquim Calado, Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha e outros.

    Executado pelos músicos Anchieta Meneses (violão sete cordas), Jonathas Marques (clarinete), David Silva (pandeiro) e Alexandre Moreira (bandolim e cavaquinho), o Regional divulga também estilos como Polca, Maxixe e Valsa. O grupo apresenta também o jovem Dimitri Rezende (flauta transversal), que iniciou seus estudos em 2012 e atualmente cursa a graduação na UFBA, em Salvador. 

    Os concertos acontecerão aos sábados à tarde, até 15 de outubro, no auditório do Parque, com o intuito de divulgar ao público potiguar e visitante o talento de artistas locais que se destacam neste segmento. O projeto Concertos Potiguares acontece graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal através da Lei Djalma Maranhão e do aporte financeiro do Hospital do Coração, além do apoio da Semurb, que cede o espaço onde acontece o evento, e da Padaria Hora do Pão.

    Segundo o diretor da SADEPAULA Produções Criativa, idealizador e produtor do projeto, Marcos Sá de Paula, o Parque “é um equipamento municipal, inaugurado há 14 anos, mas que ainda não teve sua ocupação consolidada entre a população da cidade como um espaço que possa receber manifestações culturais, mas apenas para eventos institucionais”.

    “O principal objetivo da ação é difundir a produção artística potiguar neste segmento e formar plateia para a música de câmara em nossa cidade, além de democratizar o acesso à cultura ofertando entrada gratuita para os shows”, ressalta.

    Música de câmara é a música erudita composta para um pequeno grupo de instrumentos ou vozes que tradicionalmente podiam acomodar-se nas câmaras de um palácio. Atualmente a expressão é usada para qualquer música executada por um pequeno número de músicos.

    SERVIÇO:
    Show: REGIONAL CHORO DA TERRA
    Local: AUDITÓRIO DO PARQUE DA CIDADE
    End: AV. PREF. OMAR O’GRADY, 8080, CANDELÁRIA
    Dia: 06 DE AGOSTO – SÁBADO
    Hora: 16H
    ACESSO AO PARQUE E AO SHOW SÃO GRATUITOS

  • Encurralado

    Depois de uma longa conversa com o bispo Gilbero Benício, quando relatou a situação que o amigo em comum, Jessé, estava enfrentando, padre Almir se sentiu aliviado. Como colega e confidente, aquele bate-papo com Gilberto tirou-lhe uma carga enorme de angústia. Desde a sua ordenação sacerdotal, Almir tem como guia o bispo Gilberto, pode-se dizer também como a um pai. O próprio Jessé não faz nada que não tenha o conhecimento e consentimento do bispo. Como a situação é muito delicada, imaginara que o amigo “justiceiro” não tivesse relatado o tamanho do desmantelo em que se meteu. E Almir estava certo, há tempos que os amigos não se encontram.

    &&&

    Há dias a cidade de Catal é castigada por fortes chuvas. Várias ruas estão alagadas, carros submersos abandonados pelos proprietários, outros tantos ficam em filas quilométricas com seus veículos à espera de uma melhora nas galerias de esgotos, que transbordaram, tentando chegar às suas respectivas residências. No rádio, um especialista comenta sobre o mau tempo e diz que este foi o mês mais chuvoso dos últimos vinte anos. Jessé se maldiz do martírio que está sendo “inventar” itinerários transitáveis.

    Enquanto fixa o olhar no limpador do para-brisa, que deve estar com defeito, pois não consegue limpar completamente, Jessé recorda o dia em que apresentou seu grande projeto a investidores:

    — O aplicativo facilitará na hora em que o doador abre o coração com o único pensamento de doar, e que essa doação seja um ato simples, um ato voluntário e generoso — assim foi iniciada a reunião. — A aplicação também prevê uma parte destinada exclusivamente aos administradores, a partir da qual será possível gerenciar todas as doações que foram cadastradas e, dessa forma, organizar os grupos de coleta de doação que já existem atualmente — Aí, como dizem, é o “pulo do gato”. Como também alguns detalhes que mantiveram em confidencialidade. — Nosso Sistema, senhores, senhoras, irá descomplicar alguns pontos cruciais por meio de uma interface simples e intuitiva.

    Assim ocorreu a apresentação. Bem, mais ou menos isso, dito através de relatórios de algoritmos e infinitos “if’s” e “else’s”, antes da assinatura do contrato. Ao encerrar, enfatizou que Amanda, sua companheira e sócia, iria tirar todas as dúvidas no próximo encontro. Ela, infelizmente, não pôde participar naquele momento com os possíveis compradores devido a problemas de saúde.

    Durante o vaivém de um lado a outro do limpador de para-brisa, lhe ocorre que deveria ter trocado o bendito acessório:

    — Porra! Essa droga está mais para embaçador!  Essa chuva que não para, meu Deus?! — lamenta.

    Algumas ruas e avenidas já foram interditadas completamente pela companhia de trânsito. E foi a busca por uma alternativa de fugir do alagamento que Jessé acabou sem querer na Avenida James da Fonseca. Aliás, há intermináveis minutos ele tenta sair desta que é uma das principais avenidas da capital.

    — Que susto! — berra ao motoqueiro que acaba de bater em seu retrovisor com o guidão da motocicleta.

    — Se liga no espaço aí pras moto, boy! — responde o condutor do veículo, que segue seu caminho como se nada tivesse ocorrido.

    O solavanco deixa Jessé irado. Logo ele, que já não anda nada equilibrado emocionalmente. Mas o motociclista o faz agora a todo instante olhar seus retrovisores. Talvez por isso tenha percebido, algumas quadras depois, algo diferente no trânsito caótico da cidade chuvosa:

    — Tem algo estranho, além da chuva. Claro. Estou sendo seguido — pensa e se concentra na situação.

    Entre tantos veículos que se movem lentamente atrás dele, há uma camioneta que faz tempo segue o mesmo roteiro que Jessé. Só que as três faixas da avenida estão com filas imensas de veículos, e fica quase impossível sair do lugar, não poderia despistá-lo agora. A confusão de luzes, buzinas, o povo se protegendo do temporal com capas e guarda-chuvas, correndo de um lado para o outro, tudo isso o deixa ainda mais alerta ao que pode ser uma perseguição e emboscada. Não é possível ver o ou os ocupantes do veículo, protegido completamente por vidros fumê.

    &&&

    DUAS HORAS ANTES

    A porta está entreaberta. Um cãozinho da raça Yorkshire choraminga, encostado no canto do corredor de acesso ao apartamento. Ele fita a luz que sai da sala de estar. Jessé dá passos silenciosos, com cuidado. Já viu na escadaria de emergência, quando começara a subir a parte externa do edifício, marcas de sangue. Interessante é que se teve luta corporal, tiros, ou algo fora do normal, ninguém se deu conta, pois o silêncio é completo. Se agacha para acarinhar o cachorrinho. O lacinho amarelo se desprendeu do delicado pelo e quase caiu. Percebe-se que as marcas de sangue cobrem parte do laço amarelo da seda. O bichinho para por um momento a sua súplica e dor. Jessé chega à porta e segue lentamente até o corredor principal do apartamento do seu amigo, padre Almir. Vê respingos de sangue por toda a parte da sala finalizando em uma poça grande próxima à mesa da cozinha. Jessé vasculha cômodo por cômodo, tenta imaginar a cena da luta que tiveram no apartamento. Cada detalhe é importante, faz uma revista minuciosa.

    — Levaram Almir — pensa ele, enquanto coça o queixo com o cano da pistola. Esse ato ainda o assusta, de fato não se acostumou com o reflexo de estar sempre “preparado” com uma arma em punho.

    &&&

    Desce pela avenida Prudêncio dos Corais em alta velocidade. Mesmo cortando semáforos em vermelho, a caminhonete consegue se aproximar. Desde que Jessé conseguiu sair da rua principal, próximo ao shopping Mindney, que tenta despistá-los. Porém, sem êxito. Quase bateu em outro carro quando entrou na rua que dá acesso à Avenida Rio Franco. Indo no rumo da Ribeira, chegando na praia do Feio — depois de se perder nas ruas estreitas das Docas, veio a prova de que eles o estavam mesmo seguindo: o vidro da porta do passageiro da caminhonete se abre e uma pessoa coloca quase todo o corpo do lado externo e começa a atirar com uma arma de grosso calibre em sua direção.

    A chegada à Ponte de Bolos piora a situação de Jessé. Bem no alto da ponte estaiada o trânsito para. Completamente. Não vê outra alternativa a não ser descer do carro e correr entre os veículos, que não conseguiram seguir viagem. Ao ver dois homens correndo em sua direção, vindos do outro lado da ponte, sente que está encurralado. Ao olhar para trás, percebe dois indivíduos, que provavelmente desceram da caminhonete. Devem estar confiantes, afinal o deixaram sem saída.

    A chuva torrencial mantém a situação imperceptível aos motoristas em seus automóveis, que aguardam tão só o trânsito fluir. Quarenta metros aproximadamente o separam dos bandidos e, diante das possibilidades que lhe ocorreram, a que não pode ser descartada é pular naquele instante de cima da ponte — de cerca de 55 metros de altura.

  • Prefeitura inicia projeto “Vacinando com Natal” em agosto

    A Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal), inicia em agosto a campanha ‘Vacinando com Natal’. O projeto é uma iniciativa permanente do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI) do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) de Natal, que visa trabalhar mensalmente um imunobiológico de rotina, para aumentar a adesão da população à vacinação com esse imunizante. A primeira vacina será a de Febre Amarela, sendo o tipo vacinal de escolha nos meses subsequentes de acordo com os índices de cobertura mais baixos, que apresenta adesão mais preocupante.

    A partir de 01 de agosto todas as unidades básicas de saúde do município, bem como os pontos extras, estarão abastecidos com o imunobiológico contra a Febre Amarela, disponível para: crianças que completaram 09 meses e ainda não tomaram a primeira dose; crianças que completaram 04 anos e não tomaram a dose de reforço; e pessoas de 05 a 59 anos não vacinadas, com apenas uma dose ou nenhuma dose registrada. A previsão do Dia D é 06 de agosto (sábado), tendo a participação de todas as unidades de saúde das 08h às 12h, e pontos extras de vacinação conforme horário de costume.

    Ainda entre os públicos, não podem se vacinar: crianças com menos de 09 meses, mulheres amamentando crianças menores de 06 meses de idade, pessoas com alergia grave a ovo, pessoas que convivem com HIV e que têm contagem de células CD4 menor que 350, usuários em tratamento de quimioterapia/radioterapia, portadores de doenças autoimunes e pessoas submetidas a tratamento com imunossupressores (que diminuem as defesas do corpo). Quem já concluiu o esquema vacinal, não precisa tomar a vacina novamente, pois ela é válida por toda a vida.

    “Diante das baixas coberturas nas vacinas de rotina e o risco de retorno de doenças que são imunopreveníveis, criamos esse o projeto chamado “Vacinando com Natal”, onde todo mês uma doença será elencada para esclarecer riscos e formas de prevenção através da vacina. A primeira semana do mês sempre terá um Dia D como forma de abertura sobre o assunto e também uma estratégia de ampliar a cobertura vacinal”, indica Vaneska Gadelha, Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Natal.

    Sobre a Febre Amarela

    A Febre Amarela é uma doença viral aguda, imunoprevenível, transmitida ao homem e a primatas não humanos (macacos), por meio da picada de mosquitos infectados. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. Em áreas de mata, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes. Já nas áreas urbanas, o vetor do vírus é o Aedes aegypti. A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da febre amarela. Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida, sendo que a pessoa que recebeu uma dose da vacina antes de completar (5) cinco anos , está indicada a dose de reforço, independentemente da idade que tiver. Essa medida está de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

  • Prefeitura dá ordem de serviço para construção do Residencial Mãe Luíza

    As famílias do bairro de Mãe Luíza que perderam suas casas em virtude do desastre ocorrido na rua Guanabara, em 2014, quando várias casas desabaram com a força das chuvas que atingiram Natal naquele período, estão próximas de poder ter novamente uma moradia própria. O prefeito Álvaro Dias assinou nesta quarta-feira (27) a ordem de serviço para o início das obras do Residencial Mãe Luíza, que será erguido no final da rua João XXIII, no próprio bairro. Ao todo, serão 29 unidades habitacionais de interesse social, beneficiando todos os afetados pela tragédia. A gestão municipal vai investir R$ 4,5 milhões em recursos próprios. O cronograma prevê a execução da obra em 12 meses.

    “Essa era uma grande prioridade da nossa gestão. O nosso planejamento foi afetado pela pandemia, e também enfrentamos as dificuldades financeiras para viabilizar o projeto. Felizmente, com muito esforço e zelo pelos recursos públicos, estamos garantindo com dinheiro do próprio Tesouro Municipal a execução dessa obra que tem uma importância social enorme”, relatou o prefeito Álvaro Dias, durante a solenidade em que deu a ordem de serviço.

    As unidades habitacionais terão 49,89m² e contarão com dois quartos, sala, banheiro, cozinha e acessibilidade para pessoas com deficiência. Além disso, o residencial Mãe Luíza será entregue com toda a estrutura de área comum, academia da terceira idade e diversos outros equipamentos de lazer, esporte e convivência.

    “Esse é um avanço muito significativo. Estamos concretizando um sonho para todas essas famílias. Elas terão à disposição uma habitação digna, bem estruturada, com equipamentos de alta qualidade para seguirem com suas vidas. Infelizmente, a pandemia impossibilitou que a gestão municipal implementasse essa medida há mais tempo, mas agora vamos agilizar todos os procedimentos para que logo, logo os moradores recebam as chaves dos seus imóveis”, disse a secretária municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes, Shirley Cavalcanti.

    Alguns dos futuros beneficiados com a obra estiveram presentes na Prefeitura. Marcos Barbosa Correia, representante dos moradores, agradeceu à Prefeitura por tirar o projeto do papel. “Quero agradecer em nome de todos. Ficamos numa situação muito difícil naquele período e agora todos passamos a ter esperança de viver melhor com nossas famílias”, disse ele.

    Déficit habitacional

    Pesquisa recente apontou o déficit habitacional como um dos graves problemas urbanos do Brasil. Diante disso, por determinação do prefeito Álvaro Dias, Natal passou a investir forte em programas de habitação popular. Somente no Complexo Habitacional Village de Prata, no Planalto, Zona Oeste da capital potiguar foram construídos oito blocos de apartamentos, com 1.792 unidades, numa parceria com o Governo Federal, investindo cerca de R$ 110 milhões.

    A obra permitiu morada digna aos cidadãos de assentamentos como Camboim (Bom Pastor), antigos moradores das favelas do Fio e Alemão, ocupantes da área de risco da Chesf (Bom Pastor), Assentamento 8 de março (Planalto) e famílias que ocupavam o terreno da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE), no Guarapes. Ainda foram beneficiadas pessoas do Maruim, Jacó e área na ZPA-4 (Guarapes).

    A Prefeitura também regularizou uma série de propriedades na cidade. De 2018 até este ano, foram entregues cerca de 5.000 títulos de propriedades de imóveis a população de bairros como Passo da Pátria, Nossa Senhora da Apresentação, Conjunto Pirangi, Comunidade da África, Guarapes, Planalto, Leningrado, Comunidade Aliança e Alto da Torre.

    Em breve, numa parceria com o Ministério do Desenvolvimento Regional, serão realizadas melhorias habitacionais para 2.763 imóveis, nos bairros de Felipe Camarão, Nossa Senhora da Apresentação e Pajuçara, além de permitir a regularização fundiária nesses locais, através do Programa Casa Verde e Amarela.

  • Fest Bossa & Jazz – Pipa 2022 terá 48 pocket shows com atrações nacionais e internacionais


    A música como protagonista e ponte de intercâmbio artístico! Com 13 anos de existência, o Fest Bossa & Jazz se consolidou no calendário de eventos do Rio Grande do Norte e segue como um dos maiores festivais de jazz, soul, blues e bossa do país. E, no intuito de difundir uma “maré de boa música no paraíso”, de 18 a 21 de agosto, o Festival segue o estilo New Orleans desse tipo de evento e oferece ao público, gratuitamente, 48 pocket shows com atrações nacionais e internacionais. A produção acaba de divulgar os últimos nomes, compondo assim, uma line-up repleta de vários ritmos e culturas que irão se misturar e encantar a todos na cosmopolita Praia da Pipa.

    Para marcar este retorno presencial após dois anos sem acontecer devido a pandemia, a organização confirma a volta ao Festival da diva Indiana Nomma, cantora hondurenha, que em 2019 impactou e emocionou o público com seu visceral tributo à Mercedes Sosa. Para a edição 2022, a artista vai fazer um show celebrando o jazz dos anos 20, década que consagrou e popularizou o estilo. Neste intercâmbio musical, o jazz instrumental e autoral potiguar será representado por músicos que são referência em seus respectivos instrumentos no RN, o Anderson Pessoa Quarteto, do saxofonista, professor da EMUFRN, Anderson Pessoa e o Jow Ferreira Trio mais recente trabalho do guitarrista natalense, Juliano “Jow” Ferreira que retornou recentemente à capital potiguar depois de uma temporada de dois anos em Portugal.

    A edição que vem mostrar também a força da cena musical da Praia da Pipa, confirma presença de Daniel Marrom Trio In Concert, que nasceu do encontro entre o cantor natalense Daniel Marrom com o pianista e arranjador de Currais Novos, Venâncio Dantas e o saxofonista Emanuel Alves, natural de São Tomé, nas “jam sessions da vida”. A diversidade das atrações segue com o show “Vaca Profana”, uma homenagem à vida e carreira de Gal Costa que será realizado por Katharina & Bia Gurgel, mãe e filha que dividem, além do palco, uma tradição musical familiar iniciada com a avó de Katharina, a eterna Glorinha Oliveira e que tem hoje na jovem bisneta Bia, uma revelação que representou bem o RN na 6ª temporada do reality The Voice Kids.

    Para mais um tributo que promete marcar e emocionar, a cantora Clara Zaho que é dona de uma voz marcante, vai apresentar o “Especial Cássia Eller”. E, para fechar o último bloco das atrações, a Terra do Sal Jazz Band, formada e conduzida pelo maestro e trombonista Damião Senna de Macau-RN. A banda possui um repertório composto de standards do jazz e releituras instrumentais de clássicos do soul e da MPB em apresentações que contagiam pela dinâmica.

    Atrações confirmadas

    Amaro Freitas (PE), Vanessa Moreno (SP), Sérgio Groove e Khrystal (RN), Felipe Cazaux (CE), Dasta & The Smokin’ Snakes (RN), PotiJazz (RN, CE, PB e Chile), Ari Borger (SP), Choro do Caçuá (RN), Os Eloquentes (PB), Daniel Ribeiro Quarteto (RN), Cláudia Beija & Mongiovi Trio (PE), Rádio Axé e Caike Falcão (CE), Dylan Triplett (EUA), Gabriel Selvage (RS) convida Ju Santos (RN), Zaraquê Trio (RN), Pedro Índio & Rafael Chaves (PB), Maurício Tavella (Argentina), Renato Carvalho Trio (RN) e Boca Seca (RN). E, como já é considerado algo clássico em todas as edições, os shows começam pelos cortejos vibrantes ao longo da Av. Baía dos Golfinhos, com toda a dinâmica e qualidade da Bossa & Jazz Street Band, criada, há anos, especialmente para o evento.

    O Fest Bossa & Jazz – Pipa 2022 é apresentado por Coca-Cola e tem o patrocínio da Prefeitura de Tibau do Sul com apoios da Secretaria de Turismo de Tibau do Sul, Multimídia Design Studio, AD Telecom, FIERN, SESI e Café Santa Clara, promoção da Band RN e a realização da Juçara Figueiredo Produções. A organização do evento já confirmou também a edição em São Miguel do Gostoso/RN para o mês de outubro. Mais informações e para ficar por dentro das novidades, acesse o site www.festbossajazz.com.br e as redes sociais @festbossajazz.

    Oficinas Ilha-Itinerante no Fest Bossa & Jazz

    Novidade desta edição é a parceria do Fest Bossa & Jazz com a Ilha de Música. A ONG “Ilha de Música” é desenvolvida na comunidade da África, situada na Redinha (Natal/RN), desde outubro de 2006. Atende a crianças e adolescentes da comunidade, com idade entre 8 e 18 anos, oferecendo aulas de musicalização infantil, canto, flauta-doce, saxofone, trompete, trombone, violão e bateria, além de oferecer também café da manhã e atendimento psicológico para o público-alvo.

    Nos dias 18 e 19 de agosto, das 08h30 às 12h e das 13h às 15h, a ONG vai oferecer oficinas de percussão, metais, madeiras, violão iniciante, violão intermediário, flauta doce e percussão corporal. As oficinas são gratuitas e livres para todas as idades.

    Festa de Lançamento Fest Bossa & Jazz 2022

    A produção do Fest Bossa & Jazz já quer fazer o público sentir o clima da ‘maré de boa música no paraíso’ que vem por aí. Por isso, promove no dia 30 de julho, a partir das 16h, no Cavalo de Fogo Restaurante, a “Festa Oficial de Lançamento” da edição do Fest Bossa & Jazz – Pipa 2022. O evento acontece em Tibau do Sul-RN, junto a um belo pôr-do-sol na Lagoa de Guaraíras, com performances, lançamento da programação do Festival 2022, shows musicais e outras surpresas. Na programação: 

    DJ Guerreiro (Chile) que vai embalar a trilha sonora do pôr do sol com o projeto “Tropical Sunset”. E a Banda Funkeria (PB) – o grupo é uma big band que preza pela empolgação na execução das canções, com um show contagiante e divertido, homenageando ícones do pop, do soul music e da black music, como Michael Jackson, Stevie Wonder, Tim Maia, James Brown, Marvin Gaye, Beyoncé, Prince, Bruno Mars e Aretha Franklin, entre outros nomes que marcaram a história da música. 

    Os ingressos para o evento podem ser adquiridos no sympla, https://www.sympla.com.br/produtor/fbj  (lote promocional) ou nos pontos de venda na praia da Pipa (Cavalo de Fogo Restaurante, Manaaki Restaurante e Pipa Beach Club).