Últimas histórias

  • Descubra a Beleza e a Complexidade da Língua Portuguesa com “A Língua (O)usada” de Jason Lima

    No dia 27 de junho de 2024, quinta-feira, a Livraria Leitura do Shopping Midway Mall será palco de um evento literário imperdível: o lançamento do livro “A Língua (O)usada”, do professor e autor Jason Lima. Das 18h às 21h, os leitores terão a oportunidade de conhecer o autor e adquirir exemplares autografados da obra, que se propõe a mostrar nuances e uma forma inovadora sobre como entendemos e apreciamos a língua portuguesa.

    “A Língua (O)usada” é uma coleção envolvente de crônicas e ensaios que aborda a linguística, gramática, etimologia e literatura de maneira acessível e cativante. O livro com mais de 500 páginas, levou quase um ano para ser concluído e celebra a riqueza e a diversidade da língua, destacando a criatividade e a produtividade dos seus usuários em contextos cotidianos e estilísticos. Com textos curtos, leves e comunicativos, Jason Lima equilibra erudição e narrativa atraente, tornando temas complexos acessíveis a todos os interessados na língua portuguesa.

    “Eu sou apaixonado pelas três pétalas da flor-de-liz, símbolo do curso de Letras, que representam a gramática, a linguística e a literatura. Estudo constantemente a língua portuguesa em todos os seus níveis. E isso reflete bem a produção do livro “A língua (o)usada”. É usada porque é o instrumento de vida e de representação de um povo. É ousada porque a todo instante ela é reinventada. Tentei unir aspectos gramaticais, linguísticos e literários da língua com clareza, leveza e humor para que os textos pudessem proporcionar uma leitura agradável para leigos e para especialistas. É, sobretudo, uma singela homenagem minha à nossa língua”, esclareceu o autor da obra.

    Jason Lima, com mais de 20 anos de experiência como professor, é formado em Letras pela UFRN e especialista em Ensino de Língua Portuguesa. Atuando no Ensino Médio e na preparação para concursos públicos, Enem e vestibulares, Jason também é autor de “Por um fio” (poesias) e “Gramática da Língua Portuguesa: análise e prática”, ambos lançados pela Editora Giostri. Além de seu trabalho como docente, ele é um produtor ativo de conteúdo sobre língua portuguesa e literatura para diversas plataformas, incluindo perfis no Instagram (@linguaemanalise_profjasonlima e @literaturaesquecida).

    O evento de lançamento de “A Língua (O)usada” promete ser uma celebração da língua portuguesa, oferecendo aos leitores uma oportunidade única de refletir sobre a atividade linguística em seus mais variados usos. Não perca a chance de participar deste encontro especial com o autor Jason Lima e mergulhar na beleza e complexidade da nossa língua.

    Serviço:

    – Evento: Lançamento do livro “A Língua (O)usada”
    – Data: 27 de junho de 2024, quinta-feira
    – Horário: das 18h às 21h
    – Local: Livraria Leitura, Shopping Midway Mall
    – Endereço: Av. Bernardo Vieira, 3775 – Tirol, Natal – RN, 59015-900

  • Potiguar de Parnamirim vence categoria principal do Concurso de Piano Professora Edna Bassetti Habith

    A etapa final de um dos concursos de piano mais tradicionais do país conheceu seus vencedores no último final de semana em Curitiba. A competição reuniu 39 jovens pianistas de doze estados brasileiros. O processo de seleção da 14ª edição do Concurso de Piano Professora Edna Bassetti Habith contou com a participação de mais de sessenta estudantes do Brasil e de países da América Latina. Sob a avaliação dos jurados Roberto Domingos, Danieli Longo e Jeferson Ulbrich, candidatos divididos nas categorias 07 a 10 anos, 11 a 14 anos, 15 a 18 anos e 19 a 27 anos se apresentaram na Capela Santa Maria.

    Na categoria principal, de 19 a 27 anos, o vencedor foi Mateus Naamã Bezerra Duarte, 19 anos. Em sua audição, o potiguar de Parnamirim tocou obras de Johann Sebastian Bach, Wolfgang Amadeus Mozart, Frédéric Chopin e do compositor brasileiro, homenageado nesta edição, Edino Krieger. Além do prêmio em dinheiro no valor de R$4 mil, Mateus Naamã Bezerra Duarte ganhou uma bolsa de estudos na Universidade de Música de Karlsruhe, na Alemanha.

    Na categoria 07 a 10 o vencedor foi Bento Camelo Lima Barros, de Maceió (AL), na faixa de 11 a 14 anos o primeiro lugar ficou com o curitibano Inácio Wildt e Patrícia Naomi Prestes Yamazaki, de Porto Velho (RO) venceu a categoria de 15 a 18 anos. Confira abaixo a relação completa dos premiados na 14ª edição do Concurso de Piano Professora Edna Bassetti Habith.

    Sobre Edna Bassetti Habith (1948-2002) – Foi professora de piano e órgão, durante 28 anos, na Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), dedicando seu talento à missão de ensinar. Natural de Curitiba, era filha do casal Waldemiro-Almelinda Bassetti. Estudou no Colégio Nossa Senhora de Lourdes (Cajuru) onde concluiu o curso de Normalista em 1967. Em paralelo, recebeu as primeiras lições de piano com a Professora Glacy Gotardello e ingressou no curso fundamental da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (1959), concluindo o mesmo como aluna da classe da professora Ingrid Seraphim. 

    Realização, apoios e patrocínio – Com apoio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC),  Habith-se, escolas de música Duettom e Paideia, Embap, Unespar e Hotéis Mabu, o concurso é uma realização da Unicultura e Trento Edições. O projeto foi viabilizado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba com patrocínio da Unimed Curitiba, Instituto Unimed Curitiba, Unimed Laboratório, Timber e Rodoparana.

    Pianistas premiados na 14ª edição do Concurso de Piano Professora Edna Bassetti Habith

    Categoria 7 a 10 anos

    1° lugar: Bento Camelo Lima Barros

    2° lugar: Joaquim Eleoterio Buschinelli

    3° lugar: Gustavo G. D. Zamboni

    Menção Honrosa: Gustavo Moniz Gerniski Madruga

    Melhor intérprete de obra de Compositor Homenageado, Edino Krieger: Bento Camelo Lima Barros

    Categoria 11 a 14 anos

    1° lugar: Inácio Wildt

    2° lugar: Gabriel de Faria Beck

    3° lugar: Mateus Schlickmann Philippi

    Menção Honrosa: Lucas Dias Canha

    Prêmio Revelação: Gabriel Motta Dabrowa Kostecki Nunes

    Melhor intérprete de obra de Compositor Homenageado, Edino Krieger: Inácio Wildt

    Prêmio Leilah Paiva – Melhor intérprete de música brasileira: Gabriel de Faria Beck

    Categoria 15 a 18 anos

    1° lugar: Patrícia Naomi Prestes Yamazaki

    2° lugar: Paulo Arnaldo Colturato Duarte

    3° lugar: Arthur Dante

    Menção Honrosa: Mauricio Sebastián Otárola Tasaico Adrianzén

    Prêmio Revelação: Gregório Espíndola da Silva

    Prêmio Leilah Paiva – Melhor intérprete de música brasileira: Lorenzo Rambo dos Santos

    Melhor intérprete de Bach: Théo Siqueira de Proença Singh

    Melhor intérprete de obra de Compositor Homenageado, Edino Krieger: Patrícia Naomi Prestes Yamazaki

    Categoria 19 a 27 anos

    1° lugar: Mateus Naamã Bezerra Duarte

    2° lugar: Mateus Restani Furtado

    3° lugar: Giovanna Beatriz Sanches Costa

    Menção Honrosa: Daniel Fernandes Carvalho Rocha e Diogo Nunes Ferreira

    Prêmio Leilah Paiva – Melhor intérprete de música brasileira: Jennifer Alexandra Gomes Rodrigues Pereira

    Melhor intérprete de obra de Compositor Homenageado, Edino Krieger: Mateus Naamã Bezerra Duarte

    Melhor intérprete de Sonata Clássica: Mateus Naamã Bezerra Duarte

  • Sesc RN anuncia editais de fomento à cultura com investimento de mais de R$ 500 mil

    O Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), entidade do Sistema Fecomércio, anunciou nessa sexta-feira, 7, o total de R$ 526 mil em editais de fomento à cultura. Quatro editais foram lançados, estando dois deles já com inscrições abertas e os outros dois disponíveis até o final do mês.

    As oportunidades são para as áreas de Fomento Audiovisual, Intervenção Urbana (Arte Grafite) e Galeria Sesc (Artes Visuais e Mediação). Para se inscrever nos editais, os interessados devem atender aos requisitos específicos do edital desejado, além de possuírem CNPJ de natureza artística ou cultural, com endereço de domicílio da empresa no Rio Grande do Norte e serem maiores de 18 anos. No caso dos mediadores, é possível se inscrever como pessoa física.

    O presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Fernandes de Queiroz, explicou o motivo da instituição investir cada vez mais no setor cultural e celebrou a participação. “Quando um grupo se apresenta aqui, não é só um grupo de pessoas, é toda uma cadeia que é movida, são muitas pessoas que vêm e movimentam a economia local. Cultura gera emprego e gera renda. Ficamos orgulhosos de estar anunciando todos esses investimentos, por meio do Sesc e do Sistema Fecomércio, estamos democratizando o acesso à cultura”, afirma.

    O anúncio foi feito em evento para convidados com a presença do dramaturgo reconhecido internacionalmente, Amir Haddad, que está em Natal a convite do Sesc, onde participará do Palco Giratório. O projeto nacional do Sesc consiste em uma grande rede de intercâmbio e difusão das artes cênicas, em que espetáculos são levados em circuito para serem apresentados em vários estados diferentes.

    O dramaturgo Amir Haddad participa da edição 2024 rodando por todo o Brasil com o seu espetáculo Zaratustra. Ele comemora a atuação do Sesc e a oportunidade de participar do projeto. “Eu sei que com o Sesc, nós sempre podemos contar. É uma instituição que tem uma política forte de cultura e que usa bem os recursos que tem”, celebra.

    A programação do Palco Giratório no Rio Grande do Norte inicia nesta sexta-feira, 7, com o Pensamento Giratório e a apresentação do espetáculo “Zaratustra”, do grupo Tá na Rua (RJ), no sábado, 08. A obra será apresentada no Teatro Alberto Maranhão a partir das 19h. As senhas disponibilizadas previamente já estão esgotadas, mas um lote novo será aberto às 18h do sábado na bilheteria do teatro. A entrada é mediante doação de 1 kg de alimento não perecível, que será enviado ao Sesc Mesa Brasil.

    Tanto os editais culturais como a programação completa do Palco Giratório no RN estão disponíveis no site sescrn.com.br.

    Serviço:

    O que: Sesc RN anuncia editais de fomento à cultura com investimento de mais de R$ 500 mil

    Período de inscrições:

    Fomento Audiovisual 07/06 a 31/07

    Artes Visuais 07/06 a 08/07

    Mediação 14/06 a 08/07

    Intervenção Urbana 21/06 a 21/07

    Saiba mais: sescrn.com.br.

  • Livro da ALRN que conta origem dos municípios potiguares ganha versão digital

    Lançado no último mês de maio pela Assembleia Legislativa, em solenidade no Centro de Convenções, o livro “História Legislativa dos Municípios do Rio Grande do Norte” ganha agora uma versão digital, disponibilizada ao público no portal oficial da Casa, no endereço www.al.rn.leg.br. A publicação trata da origem das cidades potiguares, reunindo informações sobre como elas surgiram, a lei de criação, de onde se desmembraram, a origem do nome e outros detalhes de cada um dos 167 municípios potiguares.

    “A Assembleia Legislativa passa a resgatar a história dos municípios potiguares, que é também a história do nosso Estado. É imperioso destacar o compromisso da Mesa Diretora da Casa com o resgate da nossa memória, luta essa mantida diariamente por todos os 24 deputados que fazem a 62ª Legislatura. Também é fundamental reconhecer o trabalho valioso dos servidores que colaboraram com a publicação”, comenta o presidente da ALRN, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

    Sob a responsabilidade da equipe do Memorial da Cultura e do Legislativo, que tem à frente o jornalista Aluísio Lacerda, o livro contou com coordenação editorial do advogado e ex-deputado estadual Paulo de Tarso Fernandes. Segundo ele, a viabilização da obra foi uma ideia coletiva para prestigiar os municípios potiguares. “É um presente da Casa ao Rio Grande do Norte”.

  • Inscrições abertas para edital “a.colher” com projeto de aceleração de negócios em gastronomia 

    A Atitude Cooperação está junto com a Co.liga Digital e a Nestlé na divulgação do edital a.colher, um lançamento recente da Nestlé que disponibiliza cursos gratuitos na área da economia criativa. O edital vai capacitar 500 jovens do Brasil, de 18 e 29 anos, que tenham interesse em empreender na área da gastronomia. As inscrições foram prorrogadas e agora seguem até dia 16 de junho através do https://coliga.digital/oportunidades/projeto-acolher 

    O programa é realizado em parceria com a co.liga, escola digital de cursos gratuitos no campo da economia criativa, como gastronomia, música e multimídia, e é voltado para  jovens em vulnerabilidade social, sendo que 5% das vagas são para pessoas com deficiência. Em Natal, a captação desses jovens e a divulgação da parceria é realizada pela Atitude Cooperação, instituição atuante na Zona Oeste de Natal, com foco no desenvolvimento de pessoas e o crescimento sustentável das comunidades atendidas.

    “Nosso objetivo é ampliar as oportunidades de geração de renda e inclusão por meio da  capacitação e da aceleração de negócios, que podem ser embrionários ou estar ainda no  campo das ideias. Esse programa abrirá caminhos para muitos jovens transformarem  suas vidas por meio do conhecimento e do trabalho”, afirma Helen Andrade, diretora de  Diversidade e Inclusão da Nestlé Brasil. 

    As pessoas selecionadas vão participar de ciclos de aprendizagem organizados em três etapas. A primeira é a Jornada Formativa, composta por quatro aulas online com carga  horária mínima de cinco horas cada, e cinco encontros virtuais síncronos de até duas horas,  com a equipe da co.liga e profissionais da gastronomia. 

    Na segunda etapa, todos  terão a oportunidade de inscrever um projeto ou negócio no ciclo de Aceleração de Negócios Gastronômicos. Dessa fase, serão selecionados 30 projetos, que receberão uma bolsa de R$300 cada para participar de quatro rodadas de mentoria, além de encontros com profissionais do mercado e acesso a uma nova  formação da co.liga, voltada a profissionais da área. 

    A fase final, programada para abril de 2025, terá uma nova rodada de avaliação e selecionará três projetos vencedores, os quais receberão um aporte de R$5 mil cada e uma viagem totalmente custeada pelo edital para conhecer a cozinha da Nestlé em São Paulo,  ampliando seus aprendizados e relacionamento com profissionais da área.

    “A formação das juventudes para entrada no mundo do trabalho é uma urgência do Brasil.  Especialmente em trajetórias que apontam para o contexto do presente e de um futuro  próximo, com atenção às transformações que estamos vendo no universo profissional e do  mercado de trabalho”, afirma João Alegria, Secretário Geral da Fundação Roberto Marinho, criador da plataforma co.liga, junto com a Organização de Estados  Ibero-americanos (OEI). 

  • Musical “O Admirável Sertão de Zé Ramalho” dias 18 e 19 no Teatro Alberto Maranhão

    Com mais de 40 anos dedicados à composição, poesia e música, o artista paraibano Zé Ramalho terá sua extensa obra cantada e contada na mais nova produção idealizada por Eduardo Barata“O Admirável Sertão de Zé Ramalho”, que estará em cartaz nos dias 18 e 19 de junho, no Teatro Alberto Maranhão. As apresentações encerram a turnê que percorreu desde abril sete capitais do Norte e Nordeste. O musical, que tem patrocínio da Petrobras através do Programa Petrobras Cultural, festeja o cancioneiro do cantor e compositor, a literatura e os lugares retratados em sua trajetória. Eles ganham vida no palco através da dramaturgia de Pedro Kosovski e a direção de Marco André Nunes, mas não de forma tradicional e biográfica.

    Nele, Zé, o personagem, existe somente nos números musicais, criando algo totalmente inédito. O elenco é diverso, possibilitando, desta forma, a abordagem de vários pontos de vista, contando muitas histórias dentro de uma só. “O espetáculo é uma homenagem a um grande brasileiro que levou para o mundo a força artística do Nordeste, com qualidade em sua realização e enorme potência criativa. Com argumento simples, mas poético e reflexivo, assim como a música de Zé Ramalho, o texto apresentará personagens de referência na obra do homenageado – os retirantes, a seca, o vilão, os palhaços, etc.”, conta o produtor e idealizador do projeto, Eduardo Barata.

    Adriana LessaCeiça MorenoCesar Werneck, Diego Zangado, Duda BarataMarcello Melo,  MuatoNizaj e Tiago Herz compõem o elenco do musical que se divide em 5 módulos: “Brejo da Cruz”, que apresenta as origens do artista; “Campina Grande”, sobre a cidade onde começou o interesse de Zé pela música; “João Pessoa” retrata momento lisérgico da vida do músico, quando ele começou realmente a compor; “Rio de Janeiro” apresenta a batalha por um lugar ao sol, passando pela fome até a prostituição, e “Popstar” representa o sucesso e a consagração do autor de clássicos como “Admirável Gado Novo”, “Garoto de Aluguel”, “Pedra do Ingá” e “Chão de Giz”, entre outros.

    As próprias músicas revelam momentos da vida desse grande artista. Tudo carregado de simbolismo e metáforas, com uma estrutura de texto que complementa as letras do compositor. É uma oportunidade para entrar nas imagens que as canções evocam em cenas que apresentam recortes da trajetória de Zé Ramalho: desde a infância, até ele se tornar conhecido nacionalmente com o lançamento de ‘Admirável Gado Novo’. Tanto quem conhece quanto quem não conhece muito o músico vai poder observar as canções e ser tocado pelas experiências que ele viveu.

    Paraibano de Brejo do Cruz, Zé Ramalho se embrenhou na fonte da literatura de Cordel, do blues, do rock e do melhor do violão nordestino. Também é conhecido por sua contemporaneidade, produzindo poesia dentro da tradição musical nordestina, além de emoções e sentimentos universais na sua obra. Suas composições são tão abrangentes quanto o seu legado de influência sobre músicos e poetas.

    Apelidado de Bob Dylan do sertão, o poeta, cantor, instrumentista e compositor Zé Ramalho foi influenciado pela Jovem Guarda. Misturou o estilo de Roberto e Erasmo Carlos, com a musicalidade do sertão, tendo como referência Pink Floyd, Beatles, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, entre outros. Uma miscelânea de ritmos, sons, palavras e sensações, sem nenhum tipo de ranço vanguardista e ao mesmo tempo utilizando a tradição nordestina para construir e adaptar suas canções. Do amor ao esotérico, com toque de crítica. Do xote ao rock, sem ter medo da mais romântica balada. Este é Zé Ramalho. Da Paraíba, do mundo, da música. Sua obra se renova sem eliminar nada do que foi usado antes.

    Ficha técnica

    Texto: Pedro Kosovski

    Direção: Marco André Nunes

    Idealização e produção artística: Eduardo Barata

    Produção local: Jorge Elali Produções

    Produção Nacional: Barata Produções

    Elenco:

    Adriana Lessa

    Ceiça Moreno

    Cesar Werneck

    Tiago Herz

    Diego Zangado

    Duda Barata

    Marcello Melo

    Muato

    Nizaj

    Patrocínio: Petrobras, realização da Lei de incentivo à Cultura, Ministério da Cultura e Governo Federal – União e Reconstrução.

    SERVIÇO:

    “O Admirável Sertão de Zé Ramalho”

    Dias 18 e 19 de junho, terça e quarta-feira, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão 

    Vendas: https://www.megabilheteria.com/ 

    Valor: A partir de R$ 30,00 (meia) e R$ 60,00 (inteira).

    Duração: 01h50min

    Classificação: 12 anos

    Produção local: Jorge Elali Produções

  • Bairro da Ribeira ganhará um Centro Cultural de Fazeres

    O bairro da Ribeira ganhará um Centro Cultural de Fazeres. A proposta da Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Cultura de Natal (Secult/Funcarte) é unir a preservação do patrimônio material pela requalificação de um edifício histórico, com a salvaguarda da memória de valores culturais invisibilizados e o aperfeiçoamento e incentivo a empreendedores da economia criativa.

    Este projeto faz parte da iniciativa federal PAC Seleções, que por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) selecionou 105 propostas de preservação do Patrimônio Cultural no Brasil. A proposta selecionada entre as mais de 3 mil inscritas, é a requalificação do edifício Paris em Natal para a implantação do Centro Cultural de Fazeres.

    Para o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, o projeto contribuirá para o fortalecimento da Identidade Cultural, além do estímulo ao turismo cultural e ao crescimento da economia na região. Serão R$ 400 mil disponibilizados para contratação dos projetos legais e executivos que contemplarão esta proposta.

    “O Centro de Fazeres integrará o patrimônio material e imaterial, além de evidenciar ofícios invisibilizados ao longo de anos e que são referências culturais, como a transmissão de saberes de ourives, sapateiros, artistas plásticos, consertos de móveis antigos, antiquários, ferreiros, aderecistas, relojoeiros, torneiros mecânicos, marceneiros, niqueladores, entre outros”, ressalta o secretário.

    A Funcarte, por meio do Departamento de Patrimônio Cultural, que concebeu a proposta, tem realizado tratativas com o proprietário do imóvel para elaboração do plano de gestão compartilhada, e em fase de formalização do Termo de Compromisso com o Iphan para iniciar o processo licitatório de contratação dos projetos técnicos de requalificação da edificação histórica para implantação do Centro.

    Paris em Natal

    A referida edificação tem relevância histórica e possui as especificidades próprias de um imóvel histórico, tombado em nível federal, localizado na Praça Augusto Severo N° 250, no bairro da Ribeira.

    O edifício conhecido como “Paris em Natal”, localiza-se onde fora um dos endereços mais nobres da capital potiguar nos anos de 1920. Abrigou a elegante loja Paris em Natal, que fornecia aos seletos clientes as mais novas tendências da moda europeia, já que era costume da alta sociedade natalense desfilar pelas ruas da Ribeira à moda parisiense. No período da II Guerra Mundial, foi Sede do Observador Naval da US Navy e faz parte do conjunto de imóveis representativos desse período.

  • Faça o que eu digo

    Na semana passada um policial militar da Operação Lei Seca foi detido por embriaguez ao volante na capital do RN. Após a constatação de sinais de embriaguez, o militar foi conduzido à Delegacia de Plantão da Zona Sul. O PM se negou a fazer o teste do bafômetro. Um belíssimo exemplo, hein?

    Bandido bom

    Domingos Brazão, o conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, apontado como mandante da morte de Marielle Franco, teve acesso a registros sigilosos de delações premiadas que o implicavam em diferentes investigações. Agentes da PF encontraram as delações de um ex-conselheiro do TCE em um HD externo mantido por Brazão em sua residência. Nos documentos, Jonas Lopes Filho e o filho, Jonas Lopes Neto, relatavam ameaças de mortes feitas por Brazão em um esquema de corrupção na corte de Contas do estado. Bandido bom ainda é bandido morto?

    Não chore o Leite derramado

    A tragédia no Rio grande do Sul serviu para tirar a máscara do governador Eduardo Leite (PSDB), que vendia uma outra imagem política à população. O governo é de descaso e mentiras e mostra  uma sucessão de erros pela negligência com que tratou a coisa pública e não admite nem assume os erros que cometeu. Uma tristeza essa situação do povo gaúcho.

    Por que será?

    Ex-presidente Bolsonaro pediu aos parlamentares da Frente Parlamentar da Agropecuária, conhecida como bancada ruralista, esforço concentrado para manter veto a dispositivo que criminaliza disseminação de fake news no período eleitoral. Bolsonaro pediu aos parlamentares esforço concentrado para manter a restrição. “É um tema que nos preocupa porque trata-se de democracia e de liberdade de expressão”, disse Pedro Lupion (PP), presidente da FPA. Çei!

    A extrema direita adora fake news

    Fake News mata — já vimos muitos casos de trágédias causadas por notícias inventadas — e deveria ser tratado como crime hediondo. Mas fake News é um projeto que tem dado certo na extrema direita.

    A era jetsons

    No maior estande da Expo Center Norte, em São Paulo, a cearense Vertical Connect apresentou seu carro voador, modelo Gênesis-GX-1, desenvolvido para transportar, de forma autônoma, quatro passageiros. O veículo é totalmente elétrico e tem velocidade máxima de 130 km/h com autonomia de voo de até 120 minutos. Modelos chineses expostos na feira são avaliados em cerca de US$ 600 mil (pouco mais de R$ 3 milhões no Brasil). E tem fila de espera. E nós por aqui tentando manter os quatro pneus do carro — normalzinho de uma década atrás em dia.

    Mossoró pegando fogo

    Mossoró tem a fama de quente, mas chegamos à época mais quente da cidade: eleição municipal. E dizem que nesse período é possível ver peixinhos saírem do ex-rio Mossoró para caçar.

    Fátima em baixa

    Impressiona a falta de comunicação dos feitos do governo Fátima Bezerra. Resultado: aprovação pífia do governo da petista.

    Dinheiro do Detran

    Uma coisa que não entendo e quem puder ajudar me responda: o que é feito com o dinheiro arrecadado com os impostos do Detran? Porque até para fazer serviços de tapa-buracos nas rodovias estaduais é preciso pedir dinheiro emprestado. Me respondam — por favor, quem souber.

    Preocupante

    Oito em cada 10 gaúchos dizem que governo federal tem culpa na falta de prevenção no RS, em pesquisa feita pela Atlas/CNN. Os que acham que a administração de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem alguma culpa, mas que ela não foi o fator determinante são 51,4%. Para 29,9%, o governo petista tem grande culpa. O gaúcho está feliz com Leite e Mourão. A que ponto chegaram, hein? A preocupação (não) matou o gato.

    Vídeo doido

    Tem até um vídeo circulando nas redes sobre um maluco falando que as nuvens carregadas no Sul é coisa da esquerda. Eu acho que foi zoação, mas é muito real para não acreditar no doido.

  • Em Cartaz: Linhas Opostas

    O drama mossoroense Linhas Opostas (2024), é uma produção original, escrito, dirigido e estrelado de Tylison Wadezerra, que conta a história de um prodígio da política que começa a questionar os rumos de suas parcerias vitoriosas, bem como o direcionamento de sua carreira, exatamente quando mais uma batalha se aproxima. Sem fazer escolhas importantes, a estrela do filme não conseguirá manter os aliados, afinal eles se sentem desprestigiados pela ausência de convites para a composição na chapa principal.

    Lawrence Amor, um jovem com muita experiência na política — conhece bem os intramuros do poder — está se preparando para a competição que pode leva-lo à tão sonhada cadeira. Pressionado por muitos, especialmente quanto à disciplina da preparação, o jovem entrará num dilema na iminência de reencontrar o caminho vitorioso. A produção conta ainda com Gene Vale, igualmente preterido da escolha crucial para a viagem ao estrelato junto com Tylison.

    ´É um filme que promete aflorar muitas emoções nos mossoroenses nos próximos meses. A conferir!

    Título Original

    Linhas Opostas

    Direção e produção:
    Tylison Wadezerra

    Ano: 2024
    País: de Mossoró
    Gênero: Aventura/Drama

  • Sesc RN leva exposição Caboclos para o Solar Ferreiro Torto em Macaíba

    O Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), entidade do Sistema Fecomércio, trouxe para Macaíba, na Grande Natal, a exposição “Caboclos”, pelo Projeto Sesc Territórios de Memória e Patrimônio Cultural. A mostra fotográfica está exposta e pode ser visitada gratuitamente, das 07h às 17h, no Solar Ferreiro Torto, até 21 de junho de 2024.

    A exposição é de autoria dos paraibanos Kécia Andrade e Diógenes Mendonça, e conta com 35 fotografias. Eles buscaram apresentar um registro fotográfico e poético do grupo Caboclos, natural de Major Sales/RN. O objetivo é sensibilizar o público em relação a essa manifestação cultural única, que oscila entre o medo e a admiração fantástica.

    Já o projeto Sesc Territórios de Memória e Patrimônio Cultural tem como objetivo salvaguardar memórias e patrimônios culturais por meio de pesquisa e difusão dos conhecimentos. A exposição já aconteceu em Natal/RN, no Sesc Rio Branco, e em Major Sales/RN.

    Serviço:

    O que? Sesc RN leva exposição Caboclos para o Solar Ferreiro Torto em Macaíba

    Quando? Até 21 de junho de 2024

    Onde? Solar Ferreiro Torto, em Macaíba/RN

    Horário de visitação? 07h às 17h

    Valor: Gratuito