Últimas histórias

  • Lei Aldir Blanc: FJA prorroga prazos de execuçãoe prestação de contas

    A Fundação José Augusto (FJA) prorrogou até o dia 30 de setembro de 2021 a execução e prestação de contas dos projetos contemplados nos editais da Lei Aldir Blanc RN para todos os beneficiários que ainda não cumpriram as obrigações contratuais.

    Também está prorrogada para a mesma data (30/09) a entrega da contrapartida, na forma de produtos físicos, exigida para os projetos ligados aos editais Formação e Pesquisa – Troca de Saberes a Distância; Prêmio Cultura Popular de Tradição; Saberes, Sabores e Fazeres; Auxílio à Publicação de Livros, Revistas e Reportagens Culturais; e Chamada Pública para Credenciamento no Programa de Apoio Emergencial a Projetos Editoriais e Propostas de Aquisição de Livros.

    A portaria de prorrogação, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (27/04), considera como justificativa para a medida a cláusula contratual que trata da vigência dos contratos, firmando-a em seis meses e estabelecendo a possibilidade de prorrogação por mais seis meses e a prorrogação concedida aos estados para prestação de contas pelo Decreto Federal nº 10.683, de 20 de abril de 2021. Também foi considerada para execução da medida o expressivo número de beneficiários que solicitaram a prorrogação da vigência dos contratos, em razão do recrudescimento da pandemia e de consequentes restrições à execução do trabalho.

  • SEBO VERMELHO HOMENAGEIA GUMERCINDO SARAIVA E PROMOVE LANÇAMENTOS EM FORMATO “PASSE E LEVE”

    Primeiro andar e térreo do SEBO VERMELHO E EDIÇÕES passaram por melhorias com recursos da Lei Aldir Blanc. Publicações viabilizadas também pelos editais da LAB do Estado e Prefeitura recuperam obras raras sobre o Rio Grande do Norte

    Há mais de 30 anos presente no centro Histórico da Cidade Alta, o Sebo Vermelho localizado na av. Rio Branco, 705, recebe uma diversidade de leitores e amantes da literatura em busca de livros raros e de autores potiguares, sendo um ponto de encontro para lançamentos e bate-papos. Segundo o editor e proprietário Abimael Silva, mais de 500 títulos de autores norte-rio-grandenses já foram lançados pelo selo editorial do Sebo Vermelho. 

    É na calçada que acontecem os lançamentos. Os fundos e o primeiro andar do sobradinho nunca foram utilizados pelo público, mas precisavam de um trato, só não havia folga no orçamento. A oportunidade veio através da Lei Aldir Blanc via prefeitura de Natal, na categoria Espaços Culturais e outro pela Fundação José Augusto, com um prêmio de Empreendorismo.

    Agora, chegou a hora de reabrir mesmo em tempo de isolamento social. No dia 24 de abril será lançado um pacote de cinco livros editados com recursos dos Prêmios da Lei Aldir Blanc via Governo do Estado/Fundação José Augusto e Prefeitura de Natal/Funcarte. A Lei Aldir Blanc é um recurso do Governo Federal via Ministério do Turismo.

     São eles: “O Rio Grande do Norte – Ensaio Chorographico”, de Manoel Dantas; “A Presença Norte-rio-Grandense na Alçada pernambucana”, de Raimundo Nonato; “Cartas Drummond a Zila Mamede”; “O Teatro de João Redondo”, de José Bezerra Gomes; “Indícios de Uma Civilização Antiquíssima”, de José Dantas, 1924. No pacote ainda consta “Natal Colorida”, uma obra ilustrada, poética e bilíngue de Newton Navarro, que está na gráfica.

     Passe e Leve

    Por conta do decreto de combate ao Covid, o qual não é possível a realização de eventos presenciais, o lançamento será feito no formato PASSE E LEVE. Segundo Abimael, no dia 24 ele e a produtora Danielle Brito estão organizando o formato de aquisição dos livros com agilidade, dentro dos protocolos de segurança e higiene. O horário do Passe e leve é das 8h às 12h.

     Espaço Gumercindo Saraiva

    A repaginação possibilita também a abertura do espaço Gumercindo Saraiva, no primeiro andar do Sebo Vermelho. A homenagem ao acadêmico da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras é mais do que merecida. Além de violinista, poeta, escritor e historiador, Gumercindo construiu, em 1942, o prédio onde hoje está o Sebo Vermelho. Foi também o fundador da Casa da Música, um marco na divulgação da música brasileira e um dos primeiros comerciantes de instrumentos musicais no estado. Sua loja funcionou exatamente onde é o Sebo Vermelho. “Ele frequentava o Sebo algumas vezes. Era uma pessoa simpática e culta, morreu em 1987 e chegou o momento de prestar essa homenagem”, disse Abimael.

     O acesso ao primeiro andar será feito pela escada lateral. Na sala foram anexadas janelas e a claraboia que já existia no teto, por onde entra a luz natural, foi mantida. Também foi instalado um ventilador, mesas e cadeiras. No térreo ficará o guarda-volumes. O espaço será destinado à leituras literárias, pesquisas, lançamentos e reuniões.  Melhorias também foram feitas no térreo, como portas e pintura do banheiro, a reforma da cozinha e a troca das instalações hidráulicas e elétricas.

    Serviço

    Lançamentos do Sebo Vermelho “Passe e Leve”

    Dia 24 de abril, das 8h às 12h, av. Rio Branco, 705, Cidade Alta

    SOBRE OS LIVROS

     “O Rio Grande do Norte – Ensaio Chorographico”, 1ª ed.:1917 | Autor: Manoel Dantas

    Obra pouco conhecida de Manoel Dantas, um dos intelectuais mais notáveis do Rio Grande do Norte. Foi lançado em 1919 como resultado de sua  participação no 5º Congresso Brasileiro de Geografia na Bahia, em 1916. Trata-se de um profundo estudo sobre a história e a geografia do RN no início do século XX, quando não havia automóveis e estradas. O autor percorreu o estado no lombo de um cavalo. O livro ganha primeira reedição após 104 anos. Manoel Dantas foi historiador, jornalista, fotógrafo e ensaísta. “Para mim uma das pessoas mais importantes do RN de todos os tempos”, justifica Abimael.

     “Presença Norte-Rio-Grandense na Alçada Pernambucana”, 1ª ed.: 1971 | Autor: Raimundo Nonato (1907-1993). 

    Nascido em Martins-RN, o escritor, memorialista e historiador Raimundo Nonato da Silva teve mais de 90 livros publicados. Nesta obra ele faz um recorte da participação de 42 potiguares na chamada Revolução dos Padres, em destaque o Padre Miguelinho e do proprietário de terra André de Albuquerque Maranhão, que pagaram com a vida em 1817.

     Cartas de Drummond a Zila Mamede, 2000

    Volume 20 da coleção João Nicodemos de Lima, lançado pelo Sebo Vermelho, a obra traz dezenove missivas, onze bilhetes e um cartão acrescido de um telegrama, esta última mensagem de Drummond lamentando a morte de Zila Mamede. “Estava esgotado e decidi reeditar. O livro mostra a grandeza de Zila, uma escritora e poeta que se correspondia com autores tão ilustres”. As cartas são originais da Universidade do Texas e foram organizadas por Graça Aquino.

    Indícios de uma Civilização Antiquíssima, José de Azevedo Dantas, Seridoense de Carnaúba dos Dantas, José Azevedo Dantas deixou para as gerações futuras este clássico da arqueologia nordestina brasileira. De 1919 a 1924, quando foi diagnosticado com tuberculose, na solidão do sertão, reproduziu todas as gravuras e pinturas pré-históricas dos municípios de Araci, Carnaúba dos Dantas Parelhas, Jardim do Seridó, Sanana do Matos, no Rio Grande do Norte. E também percorreu Flores em Pernambuco, Picuí e Campina Grande na Paraíba. Após a morte do autor, em 1929, a família doou os manuscritos ao Instituto Histórico e Geográfico Paraíbano , que somente em 1994 publicou o livro com apresentação de Gabriela Martim Ávila, Presidente da Sociedade de Arqueologia Brasileira.

    Teatro de João Redondo, 1975 João Bezerra Gomes

    José Bezerra Gomes é um escritor potiguar, nascido em 1911, na cidade de Currais Novos, interior do Rio Grande do Norte, e falecido em Natal em 1982. A obra literária dele se constitui de três romances Os Brutos (1938), Por Que Não se Casa, Doutor? (1944), A Porta Vento (1974), e uma Antologia Poética publicada em 1975.O Teatro de João Redondo, foi publicado em 1975, pela Fundação José Augusto. Nesse livro José Bezerra Gomes se volta para a cultura popular e antever o que hoje é Patrimônio Cultural do Brasil, O Teatro de bonecos do Nordeste do Brasil. O teatro de João Redondo do Rio Grande do Norte, recebeu o título juntamente com os estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Pernambuco.

  • Repentistas celebram a vida no braço de uma viola

    Os admiradores de uma boa cantoria têm compromisso marcado às 20h do dia 30 de abril quando acontecerá o Festival de Repentistas Online “Celebrando a vida no braço de uma viola”.

    Duplas como Gilson Pessoa & Luciano Fernandes, Raulino Silva & Rogério Menezes, Janailson Cardoso & José Albino e Chico Sobrinho & Felipe Pereira se revezarão em diversos gêneros dessa arte popular brasileira do improviso cantado.

    Os motes já estão definidos e terão versos em sextilhas, heptassílabos e decassílabos, como “Saí de casa levando/Minha viola e mais nada”, “Vou deixar de cantar pra não fazer /Cantoria com quem não canta nada” e “O cristão que não sabe andar armado/É porque desarmou seu coração”.

    Além do repente, haverá participação especial do aboiador Amâncio Sobrinho, Concriz e suas emboladas de coco e o poeta Antonio Francisco, imortal da Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

    O evento é organizado pelo poeta, cordelista, cantador, músico e escritor José Di Rosa Maria, nome artístico de José Ribamar de Carvalho Alves, criado em 2018 em homenagem a sua mãe Rosa Maria da Costa, que antes assinava seus trabalhos com o nome de José Ribamar ou José Ribamar Alves.

    O Festival de Repentistas Online “Celebrando a vida no braço de uma viola” é um projeto contemplado pela lei Aldir Blanc e será transmitido ao vivo às 20h do dia 30 de abril pelo Facebook
    https://www.facebook.com/josedirosamaria/
    YOUTUBE
    https://www.youtube.com/channel/UCFSGpzV1KE1IkEnIZVY8RNg e
    Instagram do poeta José Di Rosa Maria
    https://www.instagram.com/josedirosamaria/

  • Katharina Gurgel dá voz aos invisíveis com “Crônicas da Vida Real”

    A cantora, produtora cultural e dona das melhores gargalhadas, Katharina Gurgel estreia como escritora com o livro “Crônicas da Vida Real – O Visível do Invisível”. Observadora arguta, Katharina se permitiu abordar pessoas, muitas consideradas invisíveis, que cruzaram o seu caminho e conversar com elas. “A partir de encontros inesperados que foram surgindo na minha vida, pessoas reais, que me foram magia e ensinamento”, conta a autora.

    Para o poeta Carlos Gurgel, tio da escritora, “minha exuberante sobrinha Katharina Gurgel conversa lista descreve acrescenta lê amplia põe vida cantarola abraça quer bem explicita acarinha põe o dedo na ferida oferece o amigo ombro destila a bebida da música armazena liberta sorri desfolha silencia passeia crê no ser aumenta o volume do sentimento humano constrói palavras acolhe ama fala para os desvalidos e sobe no tablado e anuncia: o invisível do visível livro impresso. vestido de cetim e da lavoura de tudo que engrandece e sorri”.

    Com patrocínio da Prefeitura Municipal de Mossoró, através do Prêmio de Incentivo à Cultura Maurício Oliveira – 2020, “Crônicas da Vida Real” tem prefácio de Luiza Gurgel, capa de Pacífico Medeiros e sai pela Editora Sarau das Letras. Cada livro, que já está em pré-venda, custa R$ 25,00 e já pode ser adquirido por transferência via PIX 84 996993445. A entrega dos exemplares autografados será no dia 8 de maio, a partir das 14h, na Padaria Frota Gourmet, em Mossoró.

  • Festival reúne cantores populares e eruditos de todas as idades

    Um espaço de aprendizagem, intercâmbio cultural entre cantores, estudantes e professores de canto, dos mais diversos gêneros e estilos musicais. Esse é o objetivo do Festival Canto Potiguar, evento online e gratuito que acontecerá de 23 de abril a 02 de maio.

    Constituído de palestras, oficinas – inclusive para crianças, masterclasses e recitais, o Festival será um encontro virtual de cantores, palestrantes e professores renomados, especialistas da área e referências locais e ou nacionais, como a soprano brasileira Carmen Monarcha, bastante conhecida no mundo inteira por integrar a equipe do maestro André Rieu.

    A programação do evento, que atende amadores, profissionais, populares, líricos, crossover, alunos e professores de canto de todos os níveis, contará com palestras sobre saúde vocal, performance carreira do cantor e suas multiplicidades, recitais de performance dos professores do festival e canto lírico com Ariadne Mendes, Alzeny Nelo, César Leonardo Alves, Franz Ribeiro, Grupo Harmonium, Lailson Toscano, Liddianderson Ribeiro e Nana Souza
    Ainda haverá um show com a participação de Khrystal, As Liras, Coisa de Luz, Eliano, Forró do Severo, Liddy Souto, Marcos Lima, Netinho Santois e Samantha Abreu.

    Para saber mais acesse www.festivalcantopotiguar.com ou siga os perfis no Instagram @companhialyricus e @claudiamax_canto. O canal do Youtube da Companha Lyricus é o https://www.youtube.com/channel/UC0dexj0i-8DWp3K75XuEYoQ/featured.

  • Mulheres à Vista

    A linda história de uma mulher alegre e divertida que ama a música e tem sua vida modificada por uma paixão. Cansada com os acontecimentos corriqueiros nas suas relações toxicas e decidida a mudar seu destino, a palhaça Porpeta emociona e provoca o espectador a participar da montagem “Mulheres à Vista” da Cia Bagana de Teatro.

    Baseado em fatos reais de mulheres populares que passaram por várias situações com seus cônjuges e também em outras relações sociais, o espetáculo foi concebido a partir de pesquisas de obras de Judith P. Butler, Clarisse Lispector, da Lei Maria da Penha, roda de conversas e oficinas de palhaçaria e mostrará de forma lúdica, divertida e emocionante, fatos e fotos da dor e delícia de ser mulher.

    “Mirando-se nas revolucionárias em 1789, pós Revolução Francesa, na luta para a conquista de direito a armas, voto, trabalho e ao combate à violência contra a mulher, é que trilhamos caminhos que possibilitaram essa montagem junto também das histórias coletadas nas rodas de conversas realizadas antes da elaboração da própria dramaturgia – traçando um paralelo na construção e mediação desse número/espetáculo que possibilite através da provocação leve – engraçada e, às vezes, dramáticas da cena, contribuir para as manifestações internas de cada um e cada que nos assistir para possibilitar no combate ao machismo, libertando e empoderando a mulher enquanto sujeito de direitos”, explica Joriana Pontes, a palhaça Porpeta.

    Segundo a atriz, que também assina a Assistência de Direção, “Mulheres à Vista”, mais que um número de palhaçaria feminino e feminista, é um “projeto significativo pela discussão/análise do comportamento humano em suas relações pessoais/sociais e históricas sobre os pilares que envolve os conflitos femininos, apontando caminhos possíveis e saudáveis para o relacionar-se com o outro no respeito e visibilidade”.

    No espetáculo, a arte clownesca recria a forma de estar no mundo, reinventa um corpo feminino massacrado ao longos dos séculos por uma ideologia masculina dominante e nos apresenta a mulher do século XXI e dos próximos séculos, que tem seu valor social potencializado fazendo reverberar a voz empoderada das mulheres.

    O projeto “Mulheres à Vista” foi aprovado no Edital 005/2019 — Fomento à cultura potiguar do Governo do Estado, através da Fundação José Augusto, e do edital 001/2020 – Prêmio de Promoção e Apoio às Manifestações Culturais da Prefeitura Municipal de Mossoró, através da Secretaria M. de Cultura.

    A estreia da montagem será de forma híbrida no dia 29 de maio e pode ser vista no canal do Youtube da Cia Bagana de Teatro www.youtube.com/c/CiaBaganadeTeatro
    Mais informações no Instagram https://www.instagram.com/cia.bagana.de.teatro/

  • Abertas inscrições para Oficina de Caricaturas com Túlio Ratto

    Estão abertas inscrições para a Oficina de “Caricatura: muito além dos defeitos”, oferecida pelo chargista, cartunista e caricaturista Túlio Ratto. O projeto, contemplado pela Lei Aldir Blanc/RN, oferece vagas limitadas e terá aulas gravadas e encontros online. 

    Segundo Túlio, “mais do que um desenho de observação, a caricatura envolve a distorção, o humor e o psicológico de quem é desenhado. Seja para usar profissionalmente ou por diversão, destacaremos nessa Oficina técnicas usando lápis e papel e também a arte digital, direto na tela do computador, que certamente fortalecerá as habilidades de desenho de caricatura”. 

    Na Oficina, além de difundir ideias, conceitos e o processo de produção para o público que quer aprender técnicas de caricatura, seja com a utilização de lápis e papel ou usando mesa digitalizadora, o chargista vai mostrar todo o processo de observação, estruturação, criação e finalização da caricatura.

    “Caricatura: muito além dos defeitos” também trará dicas para desenvolver artes de alta qualidade, começando com um rascunho em papel e finalizando com Adobe Photoshop, exemplificando em cada etapa as práticas que permitem extrair o melhor na mistura de cores para representar, em profundidade e volume, as características que tornam o personagem caricaturado único e inconfundível.

    As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas e podem ser feitas no site www.blogdoratto.com.br.

  • Mostra leva a magia do circo à sua casa

    Sábado tem espetáculo? Tem sim, senhores e senhoras! O MUNGANGA DE CIRCO chega às 19h neste 27 de março trazendo uma mostra de modalidades e atrações relacionadas ao universo circense!

    Nesta primeira edição foram reunidos números acrobacia aérea na lira e percha, malabarismo com contato, magia, palhaçaria, pocket show musical e exibição de curta metragem documental sobre palhaçaria feminina.

    Basta acessar o canal oficial do Youtube e curtir as performances do Ecleticlowns, que faz uma produção musical autoral aliado às técnicas do circo contemporâneo; Margoth Lima, bailarina contemporânea especializada em single percha e bambu aéreo; Pedro Levy, que propõe uma atmosfera de brincadeira ao manipular a bola de contato e resgata memórias corporais de momentos inspiradores, levando ao público uma expressão de conexão e leveza.

    O mágico Rian Razzani faz uma participação mais que especial apresentando números de manipulação, pickpocket e grandes ilusões. Ele fará aparecer cartas das mãos completamente vazias e inexplicavelmente escapa de uma caixa trancada, atado a cordas, correntes e cadeados, numa mostra de prestidigitação e escapismo. As duas vertentes da arte mágica requerem destreza, cálculo e muito treino.

    Os bailarinos Weler & Andressa apresentarão o número “TOQUE” que traz uma proposta clássica na Lira Acrobática e a palhaçaria feminina com a apresentação do documentário “Palhaças do Mundo”, realizado por Manuela Castelo Branco, a palhaça Matusquela, sobre a história da palhaça Ferrugem, da atriz Gena Leão.

    A mostra Munganga de Circo tem apresentação do palhaço Piruá e é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.


    📝É amanhã: 27 de março às 19h no canal oficial da Munganga de Circo no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCXl_NAyg8AkO8xBy66WkwEQ)

    MUNGANGA DE CIRCO
    FICHA TÉCNICA

    Direção Geral: @caroll_carvalho@re.natamar e @umcheirovisse
    Produção Executiva: @caroll_carvalho
    Produção Artística: @re.natamar

    Criação de Logomarca: @gabrielabarbalho
    Designer: @umcheirovisse
    Fotografia: @maozinha1
    Captação de Imagens: @babibaracho e @vitoriareal
    Edição de Imagens: @vitoriareal
    Operadora de Luz: @thaenniaferreira
    Operador de Som e Captação de Áudio: @thiagomiix
    Gestão de Redes Sociais: @tucaffreitas
    .
    Realização: @tropatrupe

    Co- Produção: @dale.producoes
    @remar.producoes
    @ciabordo

  • Marcelo Miranda lança novo CD autoral “Do Modão ao Piseiro”

    Dono do sucesso “Vou Cair na Bebedeira”, o músico, cantor e compositor Marcelo Miranda lançou nesse mês o seu novo CD autoral. Intitulado “Do Modão ao Piseiro”, o novo álbum é formado por uma mistura do sertanejo com o piseiro, ritmo que vem fazendo muito sucesso no Nordeste. O trabalho está agradando muito os fãs e baladeiros de todo o Brasil.

    Marcelo começou a carreira aos 15 anos da idade como vocalista do Grupo Liberdade. Logo em seguida, seguiu carreira solo fazendo shows nos melhores bares de São Paulo. Em 2012, o cantor fez a sua primeira turnê no Nordeste, começando pelo Ceará, onde em três meses realizou vários shows e participou de uma das festas mais tradicionais da região, o “Tejubode”.

    Um dos seus principais sucessos, o hit “Vou Cair na Bebedeira” ganhou repercussão nacional através dos programas “A Tarde é Show”, com Nani Venâncio, e também no conhecido “Em Revista”, por Eve Sobral.

    Paulista de nascimento, Miranda adotou Natal, capital do Rio Grande do Norte, como a sua cidade do coração onde está morando desde que gravou o clipe da música “Vou Cair na Bebedeira”. Em 2020, ano desafiador para todos com a pandemia da Covid-19, o cantor se aproximou ainda mais dos seus fãs na internet, com a realização de Lives e produção de novas músicas.

    Acompanhe o trabalho de Marcelo Miranda nas redes sociais. Siga o cantor no instagram @marcelomirandaf e se inscreva no canal do Youtube @marcelomiranda.

  • Curso de Fotografia

    Bonus: Curso Básico de Lightroom (poderosa ferramenta na edição de imagens)

    Aulas On Line e Ao Vivo – Aula Prática Presencial

    O Curso de Fotografia do Engenho de Fotos foi pensado para que o aluno aprenda fotografia na prática e com toda segurança sanitária, com aulas on line e ao vivo, exercícios práticos de fotografia, suporte para tirar dúvidas e aula prática presencial em lugar previamente definido e informado aos alunos.

    Serviço

    Início | 08 de abril

    Contato | [84] 9 8896-5436

    Site | https://www.engenhodefotos.com

    – As Aulas Teóricas ocorrerão on line; duas vezes por semana, sendo 1 hora e meia por aula;

    – Haverá uma aula prática presencial em local aberto e respeitando as recomendações sanitárias como uso de máscaras, álcool gel e o devido distanciamento;

    – Uma apostila em PDF com todo o conteúdo do Curso de Fotografia será enviada para cada aluno; 

    – Alunos podem interagir durante as aulas AO VIVO e on line, fazendo perguntas e opinando;

    – Será criado um grupo no WhatsApp para a comunicação direta com os alunos, tirando dúvidas e para integração com a turma;

    – Cada aluno receberá Certificado do Curso de Fotografia com o selo de qualidade do Engenho de Fotos.

    Para ser um bom fotógrafo é preciso conhecer o equipamento que tem em mãos para não perder tempo tentando encontrar certa função, ou tentando entender o que a sua câmera fotográfica oferece, independente se ela é do celular, uma compacta digital, ou uma SLR profissional.