Últimas histórias

  • Abertas inscrições para Oficina de Caricaturas com Túlio Ratto

    Estão abertas inscrições para a Oficina de “Caricatura: muito além dos defeitos”, oferecida pelo chargista, cartunista e caricaturista Túlio Ratto. O projeto, contemplado pela Lei Aldir Blanc/RN, oferece vagas limitadas e terá aulas gravadas e encontros online. 

    Segundo Túlio, “mais do que um desenho de observação, a caricatura envolve a distorção, o humor e o psicológico de quem é desenhado. Seja para usar profissionalmente ou por diversão, destacaremos nessa Oficina técnicas usando lápis e papel e também a arte digital, direto na tela do computador, que certamente fortalecerá as habilidades de desenho de caricatura”. 

    Na Oficina, além de difundir ideias, conceitos e o processo de produção para o público que quer aprender técnicas de caricatura, seja com a utilização de lápis e papel ou usando mesa digitalizadora, o chargista vai mostrar todo o processo de observação, estruturação, criação e finalização da caricatura.

    “Caricatura: muito além dos defeitos” também trará dicas para desenvolver artes de alta qualidade, começando com um rascunho em papel e finalizando com Adobe Photoshop, exemplificando em cada etapa as práticas que permitem extrair o melhor na mistura de cores para representar, em profundidade e volume, as características que tornam o personagem caricaturado único e inconfundível.

    As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas e podem ser feitas no site www.blogdoratto.com.br.

  • Mostra leva a magia do circo à sua casa

    Sábado tem espetáculo? Tem sim, senhores e senhoras! O MUNGANGA DE CIRCO chega às 19h neste 27 de março trazendo uma mostra de modalidades e atrações relacionadas ao universo circense!

    Nesta primeira edição foram reunidos números acrobacia aérea na lira e percha, malabarismo com contato, magia, palhaçaria, pocket show musical e exibição de curta metragem documental sobre palhaçaria feminina.

    Basta acessar o canal oficial do Youtube e curtir as performances do Ecleticlowns, que faz uma produção musical autoral aliado às técnicas do circo contemporâneo; Margoth Lima, bailarina contemporânea especializada em single percha e bambu aéreo; Pedro Levy, que propõe uma atmosfera de brincadeira ao manipular a bola de contato e resgata memórias corporais de momentos inspiradores, levando ao público uma expressão de conexão e leveza.

    O mágico Rian Razzani faz uma participação mais que especial apresentando números de manipulação, pickpocket e grandes ilusões. Ele fará aparecer cartas das mãos completamente vazias e inexplicavelmente escapa de uma caixa trancada, atado a cordas, correntes e cadeados, numa mostra de prestidigitação e escapismo. As duas vertentes da arte mágica requerem destreza, cálculo e muito treino.

    Os bailarinos Weler & Andressa apresentarão o número “TOQUE” que traz uma proposta clássica na Lira Acrobática e a palhaçaria feminina com a apresentação do documentário “Palhaças do Mundo”, realizado por Manuela Castelo Branco, a palhaça Matusquela, sobre a história da palhaça Ferrugem, da atriz Gena Leão.

    A mostra Munganga de Circo tem apresentação do palhaço Piruá e é realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.


    📝É amanhã: 27 de março às 19h no canal oficial da Munganga de Circo no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCXl_NAyg8AkO8xBy66WkwEQ)

    MUNGANGA DE CIRCO
    FICHA TÉCNICA

    Direção Geral: @caroll_carvalho@re.natamar e @umcheirovisse
    Produção Executiva: @caroll_carvalho
    Produção Artística: @re.natamar

    Criação de Logomarca: @gabrielabarbalho
    Designer: @umcheirovisse
    Fotografia: @maozinha1
    Captação de Imagens: @babibaracho e @vitoriareal
    Edição de Imagens: @vitoriareal
    Operadora de Luz: @thaenniaferreira
    Operador de Som e Captação de Áudio: @thiagomiix
    Gestão de Redes Sociais: @tucaffreitas
    .
    Realização: @tropatrupe

    Co- Produção: @dale.producoes
    @remar.producoes
    @ciabordo

  • A SOCIEDADE AMIGOS DA PINACOTECA HOMENAGEIA OS POETAS EM SEU DIA

    Hoje, 14 de março de 2021, a Sociedade Amigos da Pinacoteca apresenta 6 vídeos onde alguns poetas declamam um poema de sua lavra. Tendo aderido gentilmente ao projeto por meio de convite feito por Iapery Araújo e Márcio de Lima Dantas. Percebemos, por apenas um recorte de um meio onde afloram tantos poetas, que chantamos na planície da poesia qualidade que nada fica a dever, nem por perto, nem alhures.

    Os vídeos vão circular nas midias sociais e nos canais da Sociedade Amigos da Pinacoteca e conta com a Participação de:

    Adriano de Sousa
    Antônio Ronaldo
    Carito Cavalcanti
    Márcio Simoes
    Márcio de Lima Dantas
    Oreny Júnior
    Thiago Alves
    Victor H. de Azevedo

    A Sociedade Amigos da Pinacoteca tem se destacado na cena cultural norte-rio-grandense como um agrupamento de pessoas interessadas em apoiar e fomentar atividades intelectuais e artísticas como o anual Salão Dorian Gray de Arte Potiguar, mas também no apoio aos iniciantes ou talentosos nos seus diversos ofícios das múltiplas formas de artes.

    Veja no Fracebook

  • Julio César NYC – Alta costura made in Mossoró

    Um “cabra da peste”, do semi-árido, que enfrentou a seca e todas as dificuldades do interior nordestino. Pensou no cenário?

    Agora diga se é possível imaginar sair de uma condição dessa e se tornar uma referência na moda internacional? Aconteceu isso com o entrevistado de hoje do Falatuh Podcast!

    Julio César nasceu em Mossoró e foi para os Estados Unidos em 1993, onde teve a oportunidade de desenvolver habilidades para fazer criações usando técnicas de colagem sobre tecido.

    No ramo da moda há 23 anos, o cara exibiu algumas de suas obras em museus, como o “New Museum”, e em vários desfiles de moda na cidade de Nova York.

    Com peças fortes, coloridas e intrigantes, o potiguar produziu trabalhos para outros artistas como Koos van den Akker, Catherine McKinley, Sherry Bronfman, Lauren Hutton, Alyce Santoro, Schaumburg Center, Desingtex, Joan Hardy Clark, Simone Leight, Rashida Bumbray e Jacqueline Woodson.

    No momento, o artista também quer democratizar seu estilo com um ateliê montado em Natal.

    Essa trajetória inusitada e inspiradora você pode acessar no link abaixo.

  • Seu Sol, Dona Lua no Bosque Encena Virtual

    O próximo BOSQUE ENCENA virtual recebe a CIA ABRACE COLETIVO ARTÍSTICO, com o espetáculo SEU SOL, DONA LUA, baseado no musical infantil de MARCOS SÁ DE PAULA e que conta com a direção de DIANA FONTES.

    A ação se passa na oficina do Tempo no céu, onde as rotinas do dia e da noite fazem com que o Sol e a Lua fiquem entediados, até que o Tempito, o auxiliar que o velho Tempo adotou no Orfanato do Temporal para ajudá-lo nas tarefas celestiais, pois já andava um pouco cansado, faz o papel do cupido, promovendo o amor entre o Sol e a Lua, para desespero do velho. Como pode o Sol e a Lua se casarem se eles nunca se encontram?

    Para saber o desfecho desta história, você confere o espetáculo a partir de domingo (14), às 10h, em nossos canais no Instagram, Facebook e YouTube.

    Youtube
    https://www.youtube.com/bosqueencena

    Instagram
    https://www.instagram.com/bosqueencena

    Facebook
    https://www.facebook.com/bosqueencena

  • Relançamento do ‘Canto de Cena’ acontece neste domingo (28)

    O projeto “Canto de Cena”, realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Estadual, Governo  do Estado e Governo Federal, foi pensado exclusivamente para contemplar o atual e duradouro contexto de isolamento social preventivo, em decorrência da Covid-19. O ator e compositor  mossoroense Romero Oliveira, fará neste domingo, dia 28 de Fevereiro às 19h, o  relançamento do Pocket Show documental, livre para todas as idades. A apresentação de 30  minutos acontecerá no YouTube.com/ciapaodoce, e desvendará a tecedura por trás de  canções que fizeram parte de sua trajetória enquanto compositor para teatro. Canções de  espetáculos da Cia. Pão Doce, Bagana, A Máscara, Auto da Liberdade , Tributo a Upanema e  Oratório de Santa Luzia poderão ser apreciadas nesta apresntação. 

    Romero, utiliza em seus trabalhos a música enquanto dramaturgia, artifício que pode  ser percebido em espetáculos da Cia. Pão Doce, grupo que atesta a efetividade deste método  na troca com o expectador. “Canto de Cena” é um projeto que visa difundir a cena musical  autoral mossoroense, com ênfase em canções de cena, área ainda pouco explorada no estado,  proporcionando ao público um momento de descoberta e apreciação musical e incentivando  inclusive o surgimento de novos compositores para teatro. A música, enquanto elemento  cultural e artístico, tem o poder de impactar e causar reflexos nas mais variadas esferas, dentre  elas, as sociais e as políticas, deste modo, desvendar os enredos por trás de cada canção  apresentada, permitirá que o público mergulhe nas possibilidades que somente a arte é capaz  de proporcionar. 

    CONHECENDO O ARTISTA 

    Romero iniciou carreira artística em 2008, quando ingressou na Cia. Pão Doce (RN), onde atua  como dramaturgo, músico e ator. É responsável pela trilha dos espetáculos “Lona Estrelada”  (2015 – Cia. A Máscara e Cia. Pão Doce), “A Casatória c’a Defunta”, “O Torto Andar do Outro” e  “Canções daqui, Contos do Mundo” (2014 e 2018 – Cia. Pão Doce), também pela música tema  do espetáculo “Casa do Louvor” (2014 – Cia. Bagana), pela canção tema de “O Mundo de Ana”  em parceria com Bruno Hermínio (2017 -Buraco Filmes) e pela trilha do “Tributo a Upanema”  (2018 – Prefeitura de Upanema) . Na Cia. Pão Doce circulou por mais de 115 cidades entre 19  estados brasileiros, em 2019 o grupo recebeu indicação em cinco categorias do Prêmio Cenym  do Teatro Nacional, com “O Torto Andar do Outro” incluindo “Melhor Trilha Sonora original ou  adaptada”. No mesmo ano, o artista assinou a trilha sonora e direção musical dos espetáculos

    “Auto da Liberdade” e “Oratório de Santa Luzia” em Mossoró-RN, dirigido por Marcelo Flecha  (MA). 

    Serviço: 
    Pocket Show Documental: Canto de Cena 
    28/02/2020 – às 19h no YouTube.com/ciapaodoce 

  • Conheça os vencedores do Seridó Cine

    Festival audiovisual que integra a programação dos 10 anos da Referência Comunicação distribuiu R$ 7.500,00 em premiações

    Foram anunciados no último sábado, 13, os vencedores do Seridó Cine, festival audiovisual teve como recorte a produção nordestina contemporânea. O evento foi realizado em ambiente online, com plataforma de streaming que exibiu 55 produções audiovisuais, divididas em seis mostras. A curadoria do festival ficou a cargo da jornalista e cineclubista, Priscila Urpia.

    Além das mostras audiovisuais, o Seridó Cine realizou oficinas com os facilitadores Sihan Felix e Gustavo Guedes que resultaram na realização dos seguintes curtas que integraram a Mostra Primeiros Passos: Sertões do Seridó, de Ariane Pereira; Cinema Rio Branco: Foi um Filme que Passou em Minha Vida, de Erivan Faria; Um Ensaio do Futuro, de João Pedro Vieira; Zero Absoluto, de Alamberg Smytth; e Seridó Divulgando o Sertão, de Manoel Dantas.

    Segundo Raildon Lucena, diretor do Seridó Cine, a Mostra Primeiros Passos estimulou os seridoenses a produzirem curtas-metragens, contando com filmes de Caicó, Serra Negra do Norte e Parelhas.

    “O seridoense está tomando gosto pelo audiovisual através de iniciativas como o Seridó Cine e o Curta Caicó. Acreditamos que, em breve, a nossa região será referência no audiovisual”, destacou.

    No geral, o Seridó Cine premiou os vencedores do Júri Oficial, Menção Honrosa, Júri Popular e aos realizadores da Mostra Primeiros Passos a quantia total de R$ 7.500,00 em prêmios. “É uma forma de valorizar os realizadores audiovisuais e contribuir com a cadeia da economia criativa”, destacou Diego Vale, produtor executivo do Seridó Cine.

    O júri da Mostra RN Ficção for formado por João Victor Wanderley, Marcela Freire e Thales Azevedo. O júri da Mostra RN Doc foi formado por Nelson Marques e Clóvis Aladim Monteiro. A Mostra Clip teve como jurados Laisa Trojaike, Igor Gomes e Clayton Marinho. A Mostra Curta Arretada teve como jurados Gianfranco Marchi, Vander Colombo e Luiz Carlos Machado. E a Mostra Arretada (médias e longas) foi formado por Tatiana Lima, Jonathan DeAssis e Lourival Andrade. A organização e coordenação dos júris ficou por conta de Tatiana Lima.

    O Seridó Cine integra a programação do aniversário de 10 anos da Referência Comunicação, agência de publicidade e produção cultural, sediada em Caicó (RN), e idealizada por Diego Vale e Raildon Lucena.

    A realização do Seridó Cine é da Referência Comunicação, com recursos da Lei Aldir Blanc do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

    VENCEDORES DO SERIDÓ CINE
    MOSTRA RN FICÇÃO
    Melhor Filme: Vai Melhorar, de Pedro Fiúza, Natal (RN)
    Menção honrosa: Mais um João, de Athos Muniz, Natal (RN)
    Júri Popular: Sicários, Entre Bornais e Patentes, de Gabriel Santos e Danúbio Santos, Jardim do Seridó (RN)

    MOSTRA RN DOC
    Melhor Filme: Codinome Breno, de Manoel Batista, Natal (RN)
    Menção honrosa: O Photógrafo Zézelino, de Damião Paz, Henrique José e Meysa Medeiros, Natal (RN)
    Júri Popular: Cadeira na Área, de Mara Macedo, Caicó (RN)

    MOSTRA CLIP
    Melhor Filme: Chato (Marco Gabriel), de Jessica Lauane, São Luiz (MA)
    Menção honrosa: Camisa 9 (Diniz K9), de Thales Victor, Natal (RN)
    Júri PopularAntúrio Branco (Sargaço Nightclub), de Pablo Reis, Recife (PE)

    MOSTRA CURTA ARRETADA
    Melhor Filme: A Barca, de Nilton Resende, Maceió (AL)
    Menção honrosa: Trincheira, de Paulo Silver, Maceió (AL)
    Júri Popular: Memórias de Quando Metemos o Pé na Estrada, de Weslley Oliveira, Teresina (PI)

    MOSTRA ARRETADA
    Melhor Filme: Sapato 36, de Petrônio Lorena, Recife (PE)
    Menção honrosaCavalo, de Raphael Barbosa e Werner Salles, Maceió (AL)
    Júri Popular: A História de Parelhas, de Alex Macedo, Parelhas (RN)

  • Carnaval no Bosque Encena Virtual

    O FUNFEST FOLIA é um show de Carnaval capitaneado pelos cantores NEY FREITAS e CHIMENE NUNES, além dos bailarinos DUDA NASCIMENTO e MAXS SOUZA. Esse show super alegre, colorido e dançante já foi apresentado para públicos de todas as idades nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Bahia. No roteiro, marchinhas, clássicos infantis, sucessos autorais, frevo, samba e axé.

    Com Direção Artística de LUANA VENCESLAU e Musical de NEY CESAR FREITAS, preparem-se para uma viagem que vai animar o Carnaval de crianças e adultos.

    Vista sua fantasia, afastem os sofás da sala, prepare o confete e a serpentina e deixem a folia rolar!

    Você confere o espetáculo a partir de domingo (14), às 10h, em nossos canais no Instagram, Facebook e YouTube.

    Youtube
    https://www.youtube.com/bosqueencena

    Instagram
    https://www.instagram.com/bosqueencena

    Facebook
    https://www.facebook.com/bosqueencena