Últimas histórias

  • Poesia: Entusiasmo e inspiração dos Amigos da Pinacoteca

    Estão disponíveis nos canais @amigosdapinacoteca (Instagram) e no Sociedade Amigos da Pinacoteca (Youtube) oito vídeos com o entusiasmo e inspiração de poetas potiguares.

    O projeto é encabeçado por Iapery Araújo e Márcio de Lima Dantas expõe na telinha a verve de Adriano de Sousa, Antônio Ronaldo, Carito Cavalcanti, Márcio Simões, Márcio de Lima Dantas, Oreny Júnior, Thiago Alves, Victor H. de Azevedo.

    A Sociedade Amigos da Pinacoteca tem se destacado na cena cultural norte-rio-grandense como um agrupamento de pessoas interessadas em apoiar e fomentar atividades intelectuais e artísticas como o anual Salão Dorian Gray de Arte Potiguar, mas também no apoio aos iniciantes ou talentosos nos seus diversos ofícios das múltiplas formas de artes.

    “Percebemos, por apenas um recorte de um meio onde afloram tantos poetas, que chantamos na planície da poesia qualidade que nada fica a dever, nem por perto, nem alhures”, comentou a professora Isaura Rosado, entusiasta da Sociedade Amigos da Pinacoteca.

    Veja no Facebook

    Imagem: Adiano de Sousa

  • Poeta Marina Rabelo lança segundo livro de poemas, escancarando o amor das relações familiares

    “Stela e outros poemas de amor” será lançado virtualmente quinta-feira (11).

    Neste novo trabalho, o livro se divide em três partes: a primeira é uma homenagem a sua avó materna Stela, onde a autora enxerga muito de suas inspirações afetivas e artísticas. São memórias em forma de poesia que narram um pouco dessa relação entre avó e neta que em boa parte do tempo estiveram distantes fisicamente, mas ligadas uma à outra por meio da paixão pelas palavras e de suas entrelinhas. Estes poemas são feitos para abraçar saudades.

    A segunda parte também segue a linha amorosa, como se percebe no título “outros poemas de amor”, porém de uma maneira menos singela, os poemas passeiam por sentimentos, além do amor, de desamor e esperança. É cintilância e escuridão para continuar resistindo e permanecendo.

    Na última parte, o livro caminha para um amor incendiário, com um pouco mais de força e desejo, porém há sempre algo de delicadeza no fazer poético da autora.

    O livro tem 71 poemas e a capa é uma colagem com uma fotografia da avó Stela na década de 30 feita pela artista Catarina Pessoa. A equipe de produção deste novo trabalho de Marina conta ainda com outras mulheres, diagramação e consultoria de Rita Machado, revisão e texto de orelha por Anchella Monte, prefácio escrito por Priscilla Rosa e confecção de estrelas de origami para os mimos de pré-venda por Fernanda Fernandes. A publicação é o nono trabalho do selo “Insurgências Poéticas”, realizado pela Offset Gráfica e Editora, e com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

    O que diz Marina Rabelo?

    Stela e outros poemas de amor é um trabalho muito importante para a autora, pois ela sempre desejou escrever sobre sua avó materna e suas singularidades. Marina acredita que essa narrativa de uma relação entre avó e neta aproxime muitos leitores de suas memórias afetivas de infância, mostrando que pequenas coisas do cotidiano servem para a poesia. No que diz respeito aos outros poemas de amor da obra, a autora vê o amor como um caminho de respiro e resiliência para seguir em meio a esses tempos pandêmicos tão difíceis. O que seria de nós sem a arte e sem a poesia? Neste sentido, a obra deseja abraçar leitores e conquistar novos adeptos para o hábito de ler poesia e conhecer quem escreve poesia no estado do RN, visto que o meio literário nem sempre tem ampla facilidade de espaços. A publicação de um livro em meio a uma crise de pandemia, política, socioeconômica, de poucas aberturas de editoras, de poucas livrarias, não deixa de ser um projeto corajoso para tentar alcançar mais pessoas acreditando na arte como uma direção que não deve nunca ser deixada para trás.

    Marina Rabelo

    Nascida em Fortaleza/CE, mas mora em Natal desde a tenra infância, criada com todos os sotaques e sempre vivendo rodeada de palavras. Formada em Engenharia Química pela UFRN, agora coleciona poemas e silêncios. Autora dos livros Por Cada Uma (2011), Livro de Sete Cabeças (2016), das coisas que larguei na calçada (2016) e Stela e outros poemas de amor (2021); e dos zines todo tipo de ardor (2018), desde que vim, o amor é aflição (2019) e CRUA (2020). Coautora das peças Memórias do Alecrim e de João ou Eu só queria ver os pássaros. Desde 2016 compartilhando das dores e delícias no Sarau Insurgências Poéticas junto a outros artistas que acreditam no “amar e mudar as coisas”.

    Pré-venda e lançamento virtual

    A poeta já está com seu trabalho em pré-venda e quem tiver interesse em adquirir seu livro deve entrar em contato através de suas redes sociais (Marina Rabelo/ instagram @mardelirios), por e-mail (morena.marina@gmail.com) ou comprar pelo site do Insurgências Poéticas (https://www.insurgenciaspoeticas.com.br). O lançamento será virtual, devido aos protocolos de segurança ao combate da covid-19, e acontecerá no dia 11 de fevereiro, às 20h, no perfil da autora no instagram. Na ocasião ela receberá os amigos poetas Priscilla Rosa e Thiago Medeiros.

    SERVIÇO

    Pré-venda do livro “Stela e outros poemas de amor” de Marina Rabelo (contato diretamente com a autora ou no site https://www.insurgenciaspoeticas.com.br)

    Valor do livro: R$40,00 (frete incluso)
    Live de lançamento: 11 de fevereiro, às 20h, no perfil do instagram @mardelirios

  • Sirigaita

    Poesia: Sávio Tavares
    Arte e animação: Túlio Ratto

  • Um poeta em cada esquina, com Regina Azevedo

    Nesta quinta-feira, a partir das 18h, vai ao ar uma conversa com Regina Azevedo, no segundo episódio do podcast de Um Poeta Em Cada Esquina, no Spotify e no YouTube.

    Acesse o link na bio da galera.

    Ah, tem um vídeo-poema com texto dela AQUI.

    A primeira temporada do podcast contará com seis episódios que foram realizados com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte. Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.

    O projeto também conta com os apoios da @babademocanatal , @papoculturablog
    @seloanzois.