Sobre

LULA, O RETORNO

O primeiro pronunciamento do ex-presidente Lula (PT), após a decisão do ministro Edson Fachin, mostrou que ele pretende ser a antítese do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Lula focou na necessidade de dialogar com todos os setores da sociedade, acenando mais especificamente para a imprensa e empresários.

Como não poderia deixar de fazê-lo, criticou severamente as ações do presidente nas mais diversas áreas, especialmente na condução da pandemia.

LULA, O RETORNO 2
Ao final, ante a pergunta de um jornalista, não bateu o martelo que seria candidato à presidência em 2022. Disse que isso seria decidido em convenção partidária, e falou até em frente ampla, dando a entender que nada foi decidido ainda.

ESTADÃO
Em editorial publicado no dia 10 de março, o jornal Estado de S. Paulo soltou os cachorros para cima do ex-presidente Lula. Com o título “A ficha moral de Lula é suja”, o jornal diz que a decisão do ministro Edson Fachin não apaga a corrupção cometida por Lula da Silva. Ao final, conclama os leitores a fugir dos populistas radicais. Conclui que há alternativas civilizadas. O tiozão do zap ainda diz que esse tipo de imprensa é esquerdista. Jamais.

EXPLICANDO
Há muito tempo, o STF decidiu que a 13ª Vara Federal de Curitiba tinha competência para julgar, no âmbito da Lava Jato, apenas casos relativos a fraudes e desvios na Petrobras. Num malabarismo interpretativo, o então juiz Sérgio Moro enquadrou os processos de Lula nesses quesitos. A defesa do ex-presidente sempre questionou a competência.

EXPLICANDO 2
De fato, os eventos relacionados ao tríplex do Guarujá, ao sítio de Atibaia e ao Instituto Lula não tinham nenhuma relação direta com a Petrobras. O juiz Moro, contudo, na ânsia de julgar o presidente, argumentou que os empresários envolvidos nos casos acima também tinham contratos com a estatal de petróleo. Essa tese, um tanto quanto absurda, vingou até a decisão de Fachin, na segunda-feira (08).

BARULHO NO QUARTEL
Em abril de 2018, dias antes do Supremo Tribunal Federal (STF) julgar um habeas corpus que poderia libertar o ex-presidente Lula, o então comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, fez um post ameaçador no Twitter, sugerindo que uma decisão favorecendo o ex-presidente poderia ter consequências. Na época, o STF silenciou.

SILÊNCIO NO QUARTEL
Desta vez, com o fato consumado, qual seja, Lula livre e elegível, fruto a decisão do ministro Fachin, muitos chegaram a esperar que algum general voltasse a se manifestar nas redes sociais, não foi o que aconteceu. Os quarteis ecoaram um silêncio estrondoso e enigmático.

O MERCADO
Por enquanto, entre Bolsonaro e Lula, o mercado segue apostando no atual presidente, por acreditar que ele pode aprovar alguma das reformas que o setor tanto exige, isso porque tem maioria na Câmara dos Deputados e Senado Federal. Caso os dias, semanas e meses avancem sem que nada aconteça, e se Lula continuar piscando o olho para a Faria Lima, a tendência poderá se inverter.

O mercado não tem ideologia. Vai pra onde perceber maiores possibilidades de lucros. Simples assim.

SEM CONCLUSÃO
No dia 14 de novembro de 2019, um acidente com um jatinho Cessna 550, na Península de Maraú, litoral baiano, tomou o noticiário nacional. A aeronave era tripulada por empresários bem sucedidos, todos jovens, os quais intencionavam passar o feriado da Proclamação da República naquele paraíso tropical.

A aeronave tocou o solo antes da pista de pouso, o que causou vários danos, mas conseguiu parar sem causar qualquer lesão nos tripulantes, o problema ocorreu logo em seguida, quando o jatinho pegou fogo e explodiu.

SEM CONCLUSÃO 2
Das 10 pessoas que estavam no Cessna, cinco morreram, entre estas as irmãs Maysa e Marcela Marques, bem como o filho desta, Eduardo, com apenas 06 (seis) anos de idade. Também morreram Tuka Rocha, piloto de Stock Car, e Fernando Silva, o copiloto da aeronave. Todos em consequência das queimaduras que sofreram.

Os sobreviventes seguem com sequelas do acidente, em maior ou menor grau. Marcelo Constantino, um dos herdeiros da Gol, nunca mais poderá se expor ao Sol. Eduardo Mussi, irmão caçula do deputado federal Guilherme Mussi (PP-PR), é outro que guarda graves sequelas.

SEM CONCLUSÃO 3
Até agora ninguém foi responsabilizado pela tragédia, que continua em apuração. O proprietário do Cessna 550 era o bilionário Juca Abdulla, o 20º homem mais rico do país, que alugou a nave à turma por R$ 55 mil, com piloto e copiloto.

DUROU FOI MUITO
O técnico da Alemanha, Joachim Löw, aquele de manias nada higiênicas, deixará o cargo no próximo mês de julho, logo após a Eurocopa. Ele comanda a seleção alemã desde agosto de 2006. No período, acumulou várias conquistas, inclusive a Copa do Mundo no Brasil em 2014. Sim, ele era o técnico que comandou a Alemanha no 7 x 1.

Foram 189 jogos, com 120 vitórias, 38 empates e 31 derrotas.

“A VELHA CALÇA DESBOTADA”
A canção Detalhes, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, completa 50 anos neste mês de março. Ela foi o marco da travessia de Roberto Carlos, que deixava a jovem guarda para se tornar o maior cantor romântico do Brasil, então com 30 anos.

É a canção que abre o álbum de mesmo nome, lançado em 1971, considerado por muitos o melhor álbum de sua carreira. Além de Detalhes, o disco traz, entre outras, Como Dois e Dois (de Caetano Veloso), Amada Amante, Traumas, Todos Estão Surdos e Debaixo dos Caracóis de seus Cabelos (em homenagem a Caetano Veloso).

O álbum foi lançado em dezembro de 1971, uma praxe do rei, que só lançava discos no fim de ano, mas a música Detalhes foi composta em março daquele ano, como conta o livro 101 Canções que Tocaram o Brasil, de Nelson Motta.

O EXECUTIVO EM MOSSORÓ
Após um início de gestão muito movimentado, com várias reuniões, inclusive algumas entrando pela madrugada, com lives, stories de recebidos, visitas a equipamentos públicos, parece que o ritmo diminuiu, o que é natural. Empolgação e energia não duram para sempre. O prefeito Allyson Bezerra (SD) alcançou o voo de cruzeiro.

Escrito por Erasmo Firmino

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando...

0

PATU: Aventuras na Serra do Lima

E o Oscar vai para a… Diversidade, enfim!